depoim.gif

Leia também as seções

NATArtigo; NATEntrevista; NATDiálogos

NATUREZA ULTRAJADA

Por Paulo Pereira*

Foto_10.jpg

"Índias Brasileiras"(Labofarma). Ilustração de Heinz Budweg. As vozes índias são gritos da Natureza Indomável, das nossas raízes ancestrais muito vivas. Isso é História!

Na qualidade de velho Naturista, naturalista graduado, índio branco octogenário, registro solenemente a luta e o sacrifício exemplares do indigenista Bruno Pereira e do jornalista britânico Dom Phillips, vítimas de malfeitores covardes, de vagabundos drogados, de traficantes apátridas que, na ausência frequente e mal explicada do Estado, agem impunemente na Amazônia, notadamente no Vale do Javari e em torno da reserva Yanomami, regiões de fronteira com o Peru, Colômbia e Venezuela, uma vergonha nua e crua!... A exemplo de Chico Mendes e da Irmã Dorothy, Bruno e Phillips fazem parte da História, e os gritos silenciosos da Natureza clamam por justiça, por uma reforma radical da política socioambiental brasileira sob rigorosa orientação científica, sem versões cínicas, sem perseguição aos povos indígenas, sem sustentabilidades frágeis, oníricas...

             

Ao falar de Bruno e Phillips, recordo e reverencio todos que têm dado a vida pela defesa da Natureza, princípio e fim, indiferentes às subjetividades humanas. É importante considerar que o verdadeiro desnudamento começa na mente, superando a cegueira intelectual e espiritual, sem medos e pudores inventados.

             

Tenho compromisso com a ciência, com a história, com os pioneiros afirmados, e rejeito versões fragmentárias, todas. Os verdadeiros naturistas devem cultuar o respeito pela Natureza e, inclusive, jamais repercutir as

falas esdrúxulas de alguns políticos profissionais, espíritos enfermos, que tratam os povos indígenas como problemas, como obstáculos ao progresso, e que até deveriam ser dizimados... Isso é genocídio, crueldade criminosa, atentado à humanidade, que não pode ser tolerado num Estado democrático. O caso de Bruno e Phillips deve ser um alerta sério, e uma oportunidade que todos nós temos, no Brasil, de promover o resgate da cidadania, do bom senso, da dignidade. As vozes índias, como sempre digo, e escrevo, não devem ser ignoradas, pois são gritos legítimos da Natureza indomável!... Naturismo é liturgia de vida, de Verdade Nua!

             

Prefiro o aroma das matas, dos verdes fartos, em lugar dos cheiros das gentes alienadas. Em vez da sistemática negação do natural, mostra-se urgente viver como a Natureza planejou, indiferente às subjetividades humanas. Ttestemunho, sereno, que vale a pena procurar aprender a ser índio, e desconjurar a ignorância sempre arrogante, e repudiar todas as formas de violência, todos os falsos pudores, toda a cegueira intelectual e, sobretudo, espiritual... Em vez da criação estúpida de demônios hipotéticos e deuses de barro, a sabedoria do silêncio nobre, sem a obsessão das sanções e pecados, a vida como uma oportunidade de evolução, a consciência plena de que os conceitos de matéria e energia, por exemplo, exigem enfoque superlativo, baseado na gradual evolucionabilidade, e seleção natural dos seres, sem quaisquer prodígios mágicos...

*Escritor, jornalista, biólogo, estudioso do Naturismo.

(enviado em 5/07/22)

ecologo1.gif

Encomende agora para sua biblioteca as melhores obras do Naturismo Brasileiro por um preço especial.

 

A obra de

Evandro Telles*

naturismo_capa000b.gif

NATURISMO - um estilo de vida transformador

Oferta especial de fim de ano

 

de

R$ 48,90

 

por apenas

R$ 39,90*

 

em sua casa.

* Mais despesas de envio

 

loja virtual

OLHO NU

logo_animado2.gif