top of page
logob10a.gif

Edição nº 273 - Agosto de 2023 - ano XXIV

Matérias inseridas no portal do jornal OLHO NU no mês de Agosto de 2023 na íntegra.

edotorial.gif
editorial

As novidades desta edição

Agosto chegou. Começamos o fim do ano. A partir de agora a impressão que se tem é que o ano passa mais rápido ainda e, logo, estaremos comemorando o Réveillon. Este inverno atípico em quase todo o Brasil, com muito sol e pouco frio não prejudicou a prática naturista.


Agosto também é o mês em que o Jornal Olho Nu muda de idade. Criado no ano de 2000, completa neste 1 de agosto 23 anos e começa contagem do ano XXIV. São vinte e três anos ininterruptos trazendo informações atualizadas do Naturismo brasileiro e mundial.

Participando ativamente dos maiores eventos espalhados por vários cantos do mundo, Olho Nu nunca perdeu suas características principais que são registrar, documentar e servir de fonte de pesquisa para o Naturismo brasileiro.

Img.: Arquivo JON

No mês de agosto também se comemora no Brasil o Dia dos Pais. Aqui deixamos nossa homenagem a todos os pais naturistas , aqueles que fazem questão de participar do naturismo juntamente com sua família, seus filhos, servindo de exemplo e ajudando a naturalizar a nudez, intrinsicamente sadia. Feliz Dia dos Pais. Sinto-me homenageado e honrado por ser o "pai" do jornal OLHO NU, filho do qual sempre me orgulho por ter trazido ao mundo. 

 

Miriam Alles é um dos ícones do Naturismo brasileiro. Podemos afirmar com certeza que a prática oficial do Naturismo na praia da Galheta não teria existido se não fosse sua luta conjuntamente com seu marido Affonso Alles, falecido no ano de 2021. Jornal OLHO Nu traz uma entrevista exclusiva onde Miriam conta um pouco da vida da professora universitária, que não absteve de se dedicar de corpo e alma a uma luta que muitos acham temerária torná-la pública. Uma 

pai01.jpg

guerreira incansável, que resiste por mais de trinta anos às adversidades de ser liderança naturista no Brasil. Tenha uma ideia do que representa esta pessoa para o Movimento Naturista Brasileiro lendo a NATEntrevista. Imperdível. 

 

A AGAL (Associação dos Amigos da Galheta) está novamente convocando naturistas de todo o país para se mobilizarem para defesa do Naturismo e do meio-ambiente da Praia da Galheta, em Florianópolis, em Santa Catarina. Leia a convocação e não se furte a participar, mesmo que seja on-line. Em NATLuta.

 

A Catalunha, famosa região turística da Espanha, está sofrendo com a invasão de "vestidos" nas praias nudistas da região. A Federação de Naturistas e Nudistas da Catalunha está se movimentando para defender as praias de nudismo da Espanha. Veja em NATLuta Internacional.

 

Paulo Pereira, escritor, pesquisador, historiador do Naturismo do Brasil e mundial, articulista do jornal OLHO NU lança mais uma obra de sua autoria. Desta vez não é especificamente sobre Naturismo, porém é sobre outra de suas paixões como investigador: a vida e comportamento dos povos originários brasileiros. Seu mais recente trabalho está disponível pela Amazon, através de leitura virtual e, em breve, também em edição física. Em NATDicas.

Para nós naturistas, uma notícia como esta é chocante: "Colégio militar pune alunos com nudez e provoca escândalo no Peru". O Naturismo encara a nudez como algo natural e nunca como algo punitivo e vergonhoso. Leia mais sobre esta aberração, descobrindo como a sociedade ainda encara a nudez de modo negativo em Nudez & Sociedade.

Mais um Happy Hour naturista em São Paulo, que agora tem apoio do NIP, Naturistas do Interior Paulista. Quem for participar, não se esqueça de levar sua doação para entidades assistenciais.

 

Em mais um crônica inédita, Nelmo José discorre sobre a significância e necessidade de se criarem pequenos grupos naturistas por todos os cantos do país, para servirem de células embrionárias de criação de novas associações organizadas. A isso ele chama de Confraria, reunião de amigos com um mesmo ideal. Leia sua NATOpinião.

Leia também a NOTA DE ESCLARECIMENTO e contestações da Federação Brasileira de Naturismo sobre as afirmativas do articulista em NATOpinião apresentou nas duas ultimas edições do jornal OLHO NU.

O Graúna celebrou, neste 25 de julho, 20 anos de fundação. Jorge Bandeira conta a história da criação do único grupo naturista de toda região Norte do país. A primeira parte já está disponível no jornal OLHO NU em NATAssociações. E também veja como foi o encontro graunense realizado no início de agosto, lá em Manaus.

Img.: Arquivo JON

FM3-1.jpg

Está pronto para baixar e ler a nova edição do boletim FOCUS editado pela Federação Internacional de Naturismo. São seis matérias de grande interesse e necessárias ao Naturismo mundial. Os temas desta edição são: Nova carteirinha virtual da INF; Acampamento da juventude naturista na França; Ismael Rodrigo fala sobre a peculiar condição das praias na Espanha; Australianos visitaram a Europa e fazem seu relato sobre o naturismo que encontrou; Razões para ser filiado à INF e a volta do principal evento naturista em toda Ásia.

Também em Notícias da INF, leia a nota que chegou sobre o falecimento do ex-presidente da Associação naturista da Croácia, Davorin Žugčić.

 

Em Naturismo & Arte  veja que valeu a pena ir a São Paulo e ver a 1ª Exposição fotográfica naturista.

O Hostel El Refugio, o novo empreendimento com a nudez social na Serra do Cipó, em Minas Gerais, fará encontro para festejar a primavera no feriadão de 7 de setembro.

 

Após muitos anos de trabalho e dedicação, Jorge Bandeira anuncia o lançamento da obra "A trilogia do Naturismo de Wlliam Welby". O livro é a tradução de três livros lançados na Inglaterra entre os anos 1930 e 1950, os quais, segundo Bandeira, são brilhante contribuição para a causa naturista. Prepare-se para conhecer melhor e agende-se para adquiri-lo. Em NATLiteratura.

Atenção surfistas naturistas, está marcada a décima quarta edição do Surf Naturista em Tambaba. Já há locais de hospedagem definidos pela Federação Brasileira de Naturismo. Um deles é o Hostel da Mata, que funciona dentro do Território Macuxi. Também já há confirmação de um evento festivo no sábado à noite.

Img.: Arquivo JON

As primeiras informações para a realização do X Encontro Norte-Nordeste de Naturismo já estão disponíveis para consulta. Aproveite para já agendar passagem e estadia em Manaus em outubro deste ano. E, novidade, a Ecomar Turismo convida para participar do EcoNAT Amazonas logo após o evento. Informe-se.

Está sendo programado para 2025 a volta dos cruzeiros naturistas promovidos por uma empresa de turismo norte-americana. O passeio levará os privilegiados para visitar o Caribe e parte da Costa Leste norte-americana. Em NATTurismo.

pai.jpg

A ANACE organizou o Acampamento naturista no Ceará. Veja como foi. Nesta próxima quinta-feira, 24 de agosto, o presidente da ANACE promove uma live no Instagram com o tema "Mulheres no Naturismo".

 

A ANAbricó convida: Vamos cantar o "parabéns prá você" para os associados aniversariantes do bimestre? Mesmo quem não é associado está convidado a receber as felicitações.

A Colina do Sol celebra 28 anos de fundação no último final de semana de agosto. Uma divertida programação vai animar associados e visitantes. Não perca.

 

A NATIbiúna  está fazendo campanha de doação de brinquedos e dinheiro para a realização da Festa das Crianças em outubro.

A NATVale vai festejar a primavera na pousada Nu Aconchego. As reservas já estão disponíveis.

 

Está anunciado novo evento Nus no Rio, edição número sete para o primeiro dia de outubro. Vamos embora participar? E tem mais. A produção do evento está promovendo um concurso de fotografias naturistas, cujo primeiro prêmio é estadia no Rio de Janeiro e participação no Nus no Rio edição 7. Mas antes disso haverá uma live apenas para mulheres.

No Ecoparque da Mata vai ter o Encontro de Yoga e atividades afins. Veja como participar. E mais: Veja agora uma homenagem ao ex-presidente da FBrN, João Olavo, foi afixada no local. 

Já está sendo anunciada a Virada da Expansão 2023 no Ecoparque da Mata. Veja agora mesmo!

O jornal Olho Nu foi atualizado durante todo o mês. Fique atento.

 

Parabéns a todos os pais naturistas do Brasil.

Boa leitura. Boa reflexão. Bom lazer.

 

Até a edição de setembro de 2023.

 

Pedro Ribeiro

pedroribeiro@jornalolhonu.com

Editor

Img.: Território Macuxi

pai02.jpg

(enviado em 01/08/23)

associa.gif

Dia de limpeza da praia

amanat

(enviado em 9/08/23 via WhatsApp)

Aniversariantes do bimestre na praia do Abricó

anabrico
aniv_bim_3.jpg

(reenviado em 20/08/23 via WhatsApp)

Acampamento naturista da ANACE

anace

Aconteceu nos dias 19 e 20 de agosto de 2023, o 1° Acampamento Naturista da ANACE em MUNDAÚ-TRAIRI-CE, em um sítio com muito verde, estrutura para camping e uma praia maravilhosa no quintal do sítio. A ideia foi trazer os Naturistas para vivenciarem de perto a exuberância da natureza e a sustentabilidade do local e claro, a prática do naturismo em seu habitat natural. O Acampamento Naturista foi um projeto piloto e está sendo consolidado como um dos eventos oficiais do calendário anual da Associação Naturista do Ceará - ANACE.

(enviado em 20/08/23 por Evandro via WhatsApp)

anace01.jpg

(enviado em 1/08/23 via WhatsApp)

Mulheres no Naturismo na live da ANACE

(enviado em 3/08/23 via WhatsApp)

Aniversário da Colina do Sol

colina-do-sol
colina01.jpg

🎉🥳 Colina do Sol: 28 Anos de Diversão e Alegria! 🥳🎉

Prezados associados e visitantes amigos da Colina do Sol,

 

É com imensa alegria que convidamos vocês para comemorar conosco os 28 anos deste maravilhoso Clube que nos proporciona tantos momentos de diversão e descontração. 🎉🌞 Estamos preparando um final de semana repleto de atividades festivas para celebrar essa data especial e você não pode ficar de fora! 🎊🎈

 

🗓 Programação Especial:

 

SEXTA:

25/08, às 20h: Carlos Rasch irá embalar a noite no Restaurante da Colina com sua voz e violão, trazendo um repertório animado que vai tornar a noite inesquecível. 🎶🎤

 

SÁBADO:

26/08, às 9h: Venha se conectar com a natureza em

uma caminhada pelas trilhas da Colina, com saída do mercado. 🚶‍♀🌳

26/08, às 14h: Teste suas habilidades em um emocionante Jogo de Tejo e Bocha Argentina na Prainha. 🎯🏐

26/08, às 16h: Uma partida de Beach Tennis para os amantes do esporte. 🏖🎾

26/08, às 17h: Curta o pôr do sol ao som de João Camargo no Deck da piscina das pedras. 🌅🎵

26/08, às 21h: O DJ Capitão agita a noite com uma festa animada no Restaurante. 🎧🎉

 

DOMINGO:

27/08, às 12:30: É hora de saborear um delicioso churrasco e celebrar com a tradicional torta de aniversário, localizado atrás da Pousada. 🍖🎂

 

SÓCIOS:
Lembramos que o seu companheiro e filhos até 15 anos, não pagam o valor da confraternização de almoço no Domingo. Vocês são nossos convidados para reencontrar amigos e compartilhar muita alegria! 👨‍👩‍👧‍👦❤ 

🗣 A reserva é imprescindível, para que possamos servir a todos de forma satisfatória.  


VISITANTES E CONVIDADOS:
Queridos, o valor para nossa confraternização de domingo é de R$30,00 - podendo ser pago via PIX ou em dinheiro na secretaria do Clube durante o horário comercial. 💰📆

 

📱*RESERVAS:*📝
Tanto Sócios quanto visitantes e convidados precisam reservar seus lugares nessa festa incrível! 🎉

 

As reservas devem ser feitas até o dia 23/08/2023, às 18h ⏰, entrando em contato pelo WhatsApp da secretaria, disponível na Bio do nosso Instagram ou 5199943490 📲

 

Vamos celebrar juntos essa história de alegria e união que construímos ao longo desses 28 anos. 🥳🎈

 

Contamos com a presença de todos para fazer desta comemoração um momento memorável! 🎈🎈🎈🎈🎈

🍃Equipe Colina do Sol 

(enviado em 09/08/23 via WhatsApp)

Virada da Expansão 2023

Âncora 1
virada01.jpg
virada02.jpg

Prepare-se para a décima primeira Virada da Expansão no Ecoparque da Mata. Fique conectado com as novidades nas nossas redes sociais que o evento está lindo.

"O jardim está sendo renovado, a Terra sobreviverá e nós com ela"

Link com apresentação na bio!!!
https://www.instagram.com/p/Cv981fTA0w_/?igshid=MTc4MmM1YmI2Ng==

Faça já a sua inscrição!!! 

Confira os lotes para garantir a sua participação na 11ª Virada da Expansão!!! 

Formas de pagamento:

🔥 A vista com 10% de desconto,
🔥 Entrada + 3x no cartão,
🔥 12x pelo sympla (juros por conta do cliente).

 

Aproveite, você que é federado na @fbrn_oficial ou membro da @rbmataatlantica também tem 20% de desconto.

 

Mais informações sobre o evento no destaques e link na bio!!! 

#viradadaexpansão #ecoparquedamata #roteirodabiosfera #litoralnorte #Bahia #Brasil #axé #reveillon2023
https://www.instagram.com/p/CwKtMcbgWrp/?igshid=MTc4MmM1YmI2Ng== 

(enviado em 15/08/23 por Valdo Andrade via WhatsApp)

Homenagem a João Olavo no Ecoparque da Mata

eco-homenagem

O Ecoparque da Mata fez uma singela ao saudoso ex-presidente da Federação brasileira de Naturismo, colocando um letreiro em meio à mata com uma das muitas frases inspiradas que definiam o Naturismo no seu próprio entender.

homenagem01.jpg
homenagem02.jpg

(enviado em 14/08/23 por Valdo Andrade via WhatsApp)

Encontro de Yoga e práticas afins

eco-yoga
ecoparque.jpg

ENCONTRO DE YOGA E PRÁTICAS AFINS
 

Ecoparque da Mata / Massarandupió – BA
(Reserva da Biosfera da Mata Atlântica)  
07 a 10 de setembro de 2023

 

PROGRAMAÇÃO
 

07 set / Quinta
8h -10h – chegada e acolhimento dos participantes
10h - 12h – roda de conversa/apresentações
12:30h-  Almoço
15h – 16h - Vivência de harmonização – Sônia
16h – 17hs – Caminhada e roda de conversa na Mata
17h – Prática de Yoga
19 h – Jantar
20h - 21:30h – Rezo

 

08 set / Sexta
6 às 7 h - Yoga & meditação -  Suzana 
8 h - Café da Manhã
9h -12h – Thai Massagem - Sônia
12h - Almoço
14h - 16hs – meditação nos casulos 
16h– 16:30h– banho de argila / preparação para Sauna 
16:30h – 18:30h – Sauna Temazcal 
19 h – Jantar
20h – 21:30h – Fogueira & Mantras – 

 

09 set / Sáb
6h às7h – Prática de Yoga – 
8 h – Café da Manhã
9:30 às 11:00h – Roda de conversa (Yamas e Nyamas) 
12h - almoço
14:00h – Praia
16:00h – Yoga na praia
19 h - Jantar
20 – 21:30 – troca de experiências / vivências 


10 set / Dom 
6:00 – 7:30 h – Yoga & Meditação 
8h -  café da manhã
9:00 – 10:30 h – caminhada silenciosa na mata e banho de rio 
10:30h– 11:30h – Desapego e avaliação  
12:00h - almoço e encerramento


Valor do investimento R$ 1.000,00, podendo parcelar. 
Incluso no pacote hospedagem, alimentação e as vivências.

 

Vagas limitadas. Não perca essa oportunidade de expandir sua consciência através de práticas como Yoga em uma reserva da biosfera da Mata Atlântica. 

 

Maiores informações pelo WhatsApp 75 998207114, falar com Suzana.

(enviado em 8/08/23 via WhatsApp)

GRAÚNA - 20 anos de vivência ao natural na Amazônia

grauna

Por Iram Lamego

Por ser a última a região brasileira a chegarem os invasores europeus, deveria ser a região que preservaria por mais tempo seus hábitos e costumes, porém, não é bem assim. De fato a região Norte tem quase a metade dos indígenas brasileiros, portanto, os habitantes desta região por herança, teriam mais facilidades quanto a naturalidade do corpo, por exemplo. Mas, não é o que ocorre, até mesmo nossos descendentes direto da herança indígena tem vergonha de sua naturalidade. A luta pelo respeito ao corpo ao natural é tanto ou mais difícil que as demais regiões

garuna01.jpg

brasileiras. Dito isto, imaginem comemorar 20 de vida dedicada a prática naturista nessa região?

 

No último dia 25 de julho completou 20 anos o grupo naturista mais isolado na imensa região Norte: GRAÚNA. É um grupo do estado do Amazonas que vem trilhando essa odisseia amazônica de propor o despir do corpo onde deveria ser um ato natural devido sua suposta herança naturista da ancestral cultura do viver indígena. A luta é permanente e árdua, mas, tem conquistas apesar das intempéries.

 

Nos dias 05 e 06 de agosto ocorreu mais um encontro ao natural, onde se acrescentou mais um episódio dessa odisseia graunense que festejou 20 anos.

 

E foi particularmente emocionante porque vários graunenses (integrantes do GRAÚNA) responderam ao chamado, além de novos participantes. No sábado à noite ocorreram várias atividades como, jogos de mesa, karaokê, jantar especial com pirarucu de casaca, vatapá, risotto de frango, farofa nordestina entre outras iguarias. Todos à mesa foi motivo de muita interação e alegria.

No domingo tomamos um café regional com bastante tapioca com castanha, banana cozida, batata doce e cará... Tivemos a presença de Elizete Tikuna com pintura corporal  indígena, momentos de muita alegria na bela piscina natural e no salão de jogos. Foi desafiador o percurso da trilha com caminhada no lago e no final subida ingrime com cordas, uma aventura e tanto.

 

No almoço tambaqui assado e em seguida foi cortado por Jorge Bandeira um pequeno bolo como prévia comemorativa de outubro, quando teremos de fato a festa de comemoração dentro do X ENNN.

 

Já próximo do final do encontro caiu uma chuva que, motivado por Jorge, vários graunenses foram banhar-se. Foi emocionante.

 

É muito bom ver o GRAÚNA crescendo e aos poucos se tornando um símbolo do resgate da naturalidade na Amazônia.

grauna08.jpg

Jorge Bandeira, fundador do Graúna, cortou o bolo de aniversário

(enviado em 15/08/23 por Iram Lamego via WhatsApp)

Campanha de doação para a Festa das Crianças da NATIBiúna

natibiuna

(enviado em 25/08/23 via WhatsApp)

NATPrimavera do NATVale no Nu Aconchego

natvale
nu-aconchego.jpg

(enviado em 18/08/23 via WhatsApp)

Live para mulheres naturistas

nus-no-rio-live

(enviado em 13/08/23 via WhatsApp)

Concurso de fotografias naturistas

nus-no-rio-concurso

Gosta de fotografar ?

Conhece a filosofia naturista ?

Revele o naturismo por sua 📷 foto. 

 

Todas as fotos serão publicadas como book da Amazon

 

Os 3 primeiros colocados ganharão:
♡  Cortesia no NusRio 7 
♡ Hospedagem no Rio de Janeiro

 

Inscrições até: 15 /08/2023

 

CONTRIBUIÇÃO.  /  R$ 15,00  aberto
                                \   R$ 10,00 federados naturistas

RESULTADO:  15 de setembro de 2023

PREMIAÇÃO  1 DE OUTUBRO  DE 2023

 

#CONCURSOFOTOGRAFIA.              

#marciamistica  

#luz_cameraeacao

#1°concursodefotografianaturista

#concursofotografia

(enviado em  9/08/23 via WhatsApp)

Marcado próximo evento Nus no Rio

nus-no-rio-evento
marcia02.jpg
marcia01.jpg

Assista o vídeo e ligue o som do player

(atualizado em 7/08/23 via WhatsApp)

Roda de conversa no NU-RN: mulheres e o Naturismo

nu-rn
nu-rn.jpg

MULHERES E O NATURISMO 

 

Esse é o tema do nosso encontro de agosto que será uma live a ser transmitida pelo Instagram e YouTube. Aqueles associados que quiserem podem acompanhar o bate-papo na sede do NU-RN. Teremos um momento de concentração e após a transmissão outro momento, mas agora de desconcentração. hehehehe Sejam todos bem-vindos! Fazia tempo que o NU-RN não fazia uma live, não é verdade? Estavam com saudades?! Aqui estamos nós novamente. Aguardamos todos vocês lá.

 

https://www.instagram.com/p/CvgUnayx6Hs/ 

(enviado em 4/08/23 via WhatsApp)

entrevista.gif

Miriam Alles, a incansável naturista lutadora das causas ambientais e pela preservação da praia da Galheta

natentrevista

Por Pedro Ribeiro
Entrevista concedida em 21 de julho de 2023 via WhatsApp

Miriam Alles, prestes a completar 81 anos, tem quase uma vida inteira dedicada a muitas batalhas, não só pelo naturismo, mas também por causas ambientais. Miriam é professora universitária aposentada pela UFSC, mas começou no magistério como professora primária em Porto Alegre aos 19 anos. Nascida e criada em Florianópolis, foi parar na capital gaúcha, nos idos de 1962, por causa de uma viagem comemorativa da formatura no Curso Normal (formação de professores para o ensino primário), juntamente com suas colegas formandas. Encantada pela cidade decidiu morar, trabalhar e continuar os estudos lá. Dois anos depois, conheceu aquele que viria ser o homem de sua vida, seu companheiro inseparável num casamento longo até que a morte os separasse: o gaúcho Affonso Alles, filho de agricultores de uma pequena cidade próxima à capital. Eles começaram então a namorar. Ele era também professor, secundarista. Em 1966, no ano em que Miriam formou-se em Pedagogia, casaram-se, mas continuaram com suas atividades acadêmicas. Em 1968 estava terminando a pós-graduação em Orientação Educacional, quando nasceu a filha Claudine em outubro. Em 1970, ela, Affonso e Claudine foram para Florianópolis para o casal prestar concurso público para preencher vagas para professores da Universidade Federal de Santa Catarina. Affonso conseguiu aprovação, como professor de química, mas Miriam não. Então ela foi trabalhar na UDESC (Universidade do estado de Santa Catarina) como

Img.: rede social

entr03.jpg

Mriam Alles é uma das pioneiras da luta pelo Naturismo no Brasil. Juntamente com seu falecido marido, foi a responsável pela consolidação do naturismo na praia da Galheta, em Florianópolis

professora contratada por um ano. Em 1971, ela e Affonso conseguiram uma bolsa de estudos para obterem os graus de mestre em universidade nos Estados Unidos. Toda família mudou-se então para a América do Norte, morar em Ann Harbor, no estado de Michigan. Lá ela obteve o grau de mestre em orientação educacional e prosseguiu os estudos concluindo os créditos do doutorado em psicologia educacional. Quando voltou ao Brasil, defendeu a tese e então conseguiu vaga na UFSC, no departamento de psicologia da Faculdade de Educação. Logo ajudou a implantar o novo curso de Psicologia na universidade. Foi aí que Miriam trabalhou até se aposentar em 1992. Embora ambos tivessem bolsas para estudar, o valor dela (cerca de 200 dólares mensais para cada um) nem sempre era suficiente para se manterem juntos com a filha e a irmã mais moça, Stela, levada para cuidar da Claudine enquanto ficavam o dia inteiro na universidade. A vida deles não foi tão fácil como se possa imaginar. Passaram por alguns momentos de desconforto econômico que obrigaram Affonso a trabalhar em empregos que aparecessem, como por exemplo, vendedor de aspirador de pó de porta em porta.

Sua tese de doutorado já demonstrava a preocupação de Miriam com questões sociais desde sempre. Trabalhou com alunos universitários numa favela da cidade de Porto Alegre, como forma de conscientizá-los, através do contato direto, vivenciando experiências com pessoas de outra classe social, com a realidade local, como falta de saneamento básico, pobreza e muitas dificuldades logísticas.

Img.: Flickr

entr10.jpg

A praia do Meco, em Portugal, próxima à Lisboa, foi provavelmente a primeira praia naturista visitada por Miriam e Affonso

Mas, mesmo com as dificuldades, no período em que eram estudantes nos Estados Unidos aproveitaram algumas vantagens que eram oferecidas a universitários. Uma delas era grandes descontos em passagens aéreas internacionais, o que lhes possibilitou fazerem viagens para a Europa com valores bem reduzidos. Em uma dessas ocasiões, aproveitando a visita que os pais dela faziam a eles nos Estados Unidos, foram todos para a Europa, começando por Portugal. Enquanto os pais foram conhecer a cidade de Fátima, ela e Affonso aproveitaram para conhecer uma praia próxima de Lisboa, da qual Miriam não consegue se lembrar do nome. Ela lembra que naquele momento Portugal era uma ditadura, comandada

por Salazar, mas mesmo assim foi nesta praia sua primeira experiência nudista, onde ela arriou a parte de cima do maiô que usava e Affonso tirou o calção (ela lembra que ele sempre foi naturista, como por exemplo, nunca usava pijamas para dormir, somente nu). A praia tinha uns habitantes interessantes de serem observados. Portugueses eram apenas homens com seus filhos também homens. Os nórdicos estavam com suas famílias completas, homens, mulheres, crianças e avós, todos nus. Quando menos se esperava aparecia a polícia. Os portugueses corriam para a mata ao redor para se esconderem, pois não era permitido. Em seguida ela reflete “não sei o que a polícia fazia com os nórdicos”. Assim foi a grande estreia no Naturismo de Miriam, entre os anos de 1973 ou 1974, e única até a década de 80.

Somente no Brasil, e em Florianópolis, é que Miriam e Affonso vão experimentar novamente o banho de mar sem roupas. Eles frequentavam na década de 80 a praia mais badalada da cidade, a praia de Joaquina, cheia de jovens e de surfistas, famosas por suas gigantescas dunas de areia. Mesmo com tanta gente, conseguiam se esconder nas dunas tomando banhos de sol inteiramente nus e se arriscando a entrar no mar, de vez em quando, também nus. Preocupava-se com

Img.: Blackpot

entr11.jpg

As dunas da praia da Joaquina, em Florianópolis foi ponto de banhos de sol e mar inteiramente nus, antes de descobrirem a praia da Galheta

a possibilidade de alguém chegar e dar algum problema, mas nunca ocorreu. Nunca flagraram outras pessoas fazendo a mesma coisa.

 

Miriam conta que Affonso nunca perdia a oportunidade de ficar nu em praias desertas e tomar banho de mar pelado. Ela nem sempre fazia o mesmo.

Em data que se perdeu na memória, procurando por outras praias  além da Joaquina, porque ela estava apresentando sinais de poluição, eles descobriram a praia da Galheta no final da década de 80. Segundo ela, a estreia nesta praia foi muito interessante, chegaram naquela imensidão de areia aparentemente  deserta, cercada por morro com vegetação exuberante, tiraram logo as roupas e deitaram na areia. Porém, logo em seguida veio um policial, não se sabe de onde surgiu, dizendo que fazer aquilo, ali não podia, alegando que estavam incorrendo em “atentado ao pudor”,  “tem que colocar as roupas, não podem ficar pelados”. Então Miriam totalmente nua respondeu “por favor, o senhor se vire de costas que eu vou colocar minhas roupas” e o policial obedeceu. O policial se deu por satisfeito com o acatamento da ordem e se afastou e eles decidiram continuar na praia, mesmo que usando roupas de banho. Momentos depois foram interpelados por um homem desconhecido, que já estava na praia, mas eles não haviam percebido, dizendo que havia observado a situação e teria interferido se houvesse uma reação rude do policial. Se apresentou. Era Pedro Leite, famoso comunicador que trabalhava na rádio Itapema, em Florianópolis. Assim acabou a primeira experiência nudista na praia da Galheta 

de Miriam e Affonso. No entanto se apaixonaram pela praia e decidiram que ali seria o novo local que frequentariam. Começaram a convidar amigos para também irem para lá, começando a formação de um grupo constante, inclusive com outras pessoas que conheceram na própria praia. Voltaram a tomar banho de sol e mar nus, agora sem serem flagrados por policial. “Até mesmo em dias de ressaca do mar íamos e ficávamos sobre as dunas, só para ficarmos na praia”, conta. “Cuidávamos da praia, fazíamos limpeza, carregávamos os sacos de lixo para fora da praia.” Começaram também a arrumar a trilha que dá acesso da praia Mole até a Galheta. Aproveitaram troncos e tocos de árvores que chegavam flutuando pelo mar para fazer degraus nas trilhas. Além disso, ainda chegaram a pagar mão de obra para fazer degraus de pedra que estão até hoje lá.

Em 29 de dezembro de 1995 aconteceu um fato violento na praia da Galheta, que veio modificar em consequência dele, mais tarde, totalmente o objetivo da luta pela praia da Galheta. Até então, Miriam, Affonso e o grupo de amigos frequentavam a praia da Galheta, já não tão deserta como antes, praticando o nudismo de forma pacífica e sem maiores problemas. Inclusive com a presença de guarda-vidas, que não se incomodavam com a situação da nudez dos banhistas. Na verdade, descobriram que este hábito de algumas pessoas tirarem as roupas ali para se banharem nus, já havia muitos anos antes deles terem descoberto a praia. Mas no final da grande extensão de areia, pro lado esquerdo da praia, havia uma pequena construção, um rancho, onde morava um casal de pescadores, que não se mostravam favoráveis à prática do nudismo ali, mas como a praia era muito grande eles ficavam bem distantes de onde os banhistas se concentravam. Neste rancho havia criação de galinhas, vaca, cachorro. Outras vacas, como se fossem para pastar, também eram trazidas pelo morro até a praia por outras pessoas, situações que eram totalmente contrárias à legislação ambiental vigente na época. Miriam e Affonso faziam denúncias aos órgãos públicos desta situação.

Img.: Acervo pessoal

Affonso e alguns outros naturistas catavam restos de madeiras que flutuavam no mar para construir degraus nas trilhas e outras melhorias para a praia da Galheta.

Em represália ao nudismo o morador do rancho colocou placas com os dizeres “proibido o nudismo” próximas à propriedade. Na data indicada acima, Miriam deu a ideia de caminharem até onde estava uma das placas para tirarem fotos nus em frente a ela. E informou isso aos guarda-vidas, para que ficassem atentos. Mal começaram a tirara as fotos programadas, Miriam percebeu que Affonso repentinamente começou a ser espancado pelo pescador do rancho. Os guarda-vidas estavam desatentos olhando para o mar a uma certa distância e nada perceberam. Miriam desesperada correu ao encontro deles pedindo socorro. Finalmente os guarda-vidas conseguiram  apartar o espancamento. Affonso teve o nariz quebrado e hematomas por várias partes do corpo, principalmente na região interna da coxa esquerda, de onde Miriam concluiu que o 

Img.: Acervo pessoal

entr01.jpg

A pose para a foto que possivelmente desencadeou a ira do morador do rancho ilegal que estava na praia da Galheta (o teto da construção é visto ao fundo no lado direito da foto)

agressor tentou acertar os órgãos genitais dele. Affonso teve que ser socorrido pelo helicóptero do Corpo de Bombeiros e levado para o Hospital Universitário.

Miriam conta que não foi a primeira vez que houve situação de violência contra banhistas nus na praia. Ela disse ter ouvido a história de uma dupla de rapazes estrangeiros que morreram afogados, após terem sido perseguidos violentamente na areia e entraram na água para fugir e de lá não conseguiram sair com vida.

Mas o fato do dia 29 de dezembro acabou fazendo com que se iniciasse um movimento pedindo a legalização da prática do nudismo na praia da Galheta. Resolveram fundar a associação dos amigos da praia da Galheta (AGAL) , logo depois do ocorrido, para lutar pelo novo ideal. O vereador, na época, Márcio de Souza apoiou a idéia e se propôs conjuntamente com eles a elaborar um projeto de lei para a legalização da prática no local. O grupo convidou o então deputado federal Fernando Gabeira para estar presente na Câmara de Vereadores no dia da votação da Lei. Gabeira era o autor do primeiro projeto de Lei apresentado na Câmara de Deputados em Brasília propondo a legalização do Naturismo em todo o Brasil. A Lei do Naturismo na praia da Galheta foi aprovada por unanimidade neste dia. Miriam acha que a presença de Gabeira tenha sido fundamental para que os vereadores todos votassem favoravelmente, em 1997.

Img.: Arquivo pessoal

Durante muitos anos, desde sua oficialização, a praia da Galheta recebeu centenas de visitantes e desfrutaram da organização da AGAL

Aprovada a lei, a AGAL começou a intensificar ainda mais sua atuação na praia, organizando, distribuindo panfletos e informativos e fiscalizando alguns delitos, como tirar fotos sem autorização, por exemplo. A nudez não foi obrigatória pela lei. “No ano de 2000 lançamos um livrinho com a história da luta pelo Naturismo na praia da Galheta, que também era distribuído aos frequentadores da praia.”

No entanto a luta pelo Naturismo na praia da Galheta, que parecia uma luta ganha para sempre, teve um revés descoberto recentemente, neste ano de 2023. Sem que ninguém tivesse se dado conta, em 2016 o prefeito de então, César  Souza Júnior, fez um decreto cancelando a prática do naturismo na praia da Galheta, aproveitando-se de um momento em que a Câmara 

Municipal aprovou a transformação do parque Municipal Natural da Galheta (criado em 1990) em Monumento Natural da Galheta. A lei da prática do Naturismo, aprovada em 1997, havia sido incorporada à Lei que criou o Parque Municipal Natural da Galheta. No entanto não houve qualquer interferência oficial na prática do nudismo nos anos seguintes. Essa descoberta ao acaso, deveu-se a um grupo de ativistas, do qual Miriam faz parte, que participava das discussões ambientais do município, entre elas o “Plano de Manejo”, que apresentava sugestões de mudanças no gerenciamento das Unidades de Conservação ambientais. Uma notícia apresentada pela imprensa local sobre um guarda-vidas da praia Mole agredido por um suposto nudista que freqüentava a praia da Galheta, criou-se uma grande repercussão e veio à tona a informação de que o nudismo não era mais permitido na praia há muitos anos. Investigando a informação, incrédulo, o grupo acabou chegando realmente  ao documento. E, assim começou mais uma fase de luta pelo Naturismo na praia, que é fazer retornar a Lei do Naturismo, que foi somada às constantes lutas ambientais de preservação. No entanto, o Naturismo na praia da Galheta é consolidado e até nas divulgações turísticas oficiais das secretarias de turismo do município e do estado constam este “status”.

No entanto, no momento há uma campanha de desmoralização da praia da Galheta, através das redes sociais, com denúncias de atos sexuais feitos pelos freqüentadores na praia e associando estes fatos ao nudismo e ao Naturismo. Em conversa com o Comandante da Polícia Militar, favorável à continuidade da prática do Naturismo, foi solicitado a Miriam que convencesse os frequentadores da praia para fazerem denúncias nas delegacias de qualquer abuso de qualquer natureza que ocorra na praia.

A luta pela manutenção do Naturismo tem movimentado a AGAL e tem tido boa repercussão na mídia local, mas é claro que aparecem também os contrários  que recebem voz da mesma mídia, de modo geral, no entanto, as matérias têm sido favoráveis ao Naturismo.

Img.: Miriam Alles

Neste ano de 2023 a praia da Galheta está lutando mais uma vez para manter seu status de praia naturista, sob liderança da AGAL na batuta de Miriam Alles

Img.: Arquivo pessoal

entr43.jpg

Miriam e Affonso, os pioneiros da luta pela Praia da Galheta forma companheiros por mais de 55 anos.

A incansável Miriam está eternamente à frente desta luta, desde antes da implantação do Naturismo. A AGAL tem conseguido novos membros, ainda poucos, mas muito ativo. O apoio do agora ex-vereador Márcio de Souza tem sido de muita propriedade. Ele foi aluno de Affonso Alles, falecido em 2021, e tem muito apreço pelos dois. Ele é professor aposentado da rede estadual de ensino, muito atuante no Sindicato dos Professores do estado de Santa Catarina.

Miriam e Affonso foram casados por 55 anos. As cinzas dele foram espalhadas, em homenagem póstuma, pelo Parque da Luz, em Florianópolis, no mês de maio de 2021.

Nota do editor: em 2014 a Câmara Municipal de Florianóplis rejeitou um projeto de Lei que pretendia proibir a prática do naturismo na praia da Galheta, veja o que diz o site jus.Brasil a respeito: “Foi arquivado nesta quinta-feira o Projeto de Lei Complementar n. 1.327/2014, que proíbe a prática de naturismo no Parque da Galheta, em Florianópolis. Contrários à proposta, naturistas compareceram à Audiência Pública para a discussão do projeto e promoveram um abaixo-assinado virtual - com 272 assinaturas até as 14h, horário em que começou a audiência. O autor do projeto, Vereador Jerônimo Alves (PRB) diz ter feito a proposta a partir de pedidos de moradores, surfistas e pescadores preocupados com a atos de atentado violento ao pudor e degradação ambiental nas trilhas de acesso e na praia da Galheta. Alves e o relator do projeto Vereador Pedro de Assis Silvestre (PP), o Pedrão, reconheceram que o que acontece no Parque da Galheta, assim como em todos os demais parques de Florianópolis — exceto o do Morro da Cruz, recém reformado —, é um problema de ingerência e ausência do poder público, o que não está relacionado ao naturismo.”

Plano de Manejo: Documento técnico mediante o qual, com fundamentos nos objetivos gerais de uma Unidade de Conservação, se estabelece o seu zoneamento e as normas que devem presidir o uso da área e o manejo dos recursos naturais, inclusive a implantação das estruturas físicas necessárias à gestão da unidade.

Veja mais fotos, a maior parte de autoria de Miriam Alles, que tem como um dos hobbies registrar momentos únicos da praia da Galheta e sua natureza exuberante.

(enviado em 01/08/23 por Pedro Ribeiro)

opiniao.gif

*Confraria Naturista*

(ou Células Naturistas)

natopiniao

por Nelmo José,

Divinópolis, MG 

Img.: arquivo JON

conf01.jpg

O que eu penso que é Naturismo? Naturismo para mim, é uma convivência harmoniosa entre pessoas peladas, independente que estejam cercadas pela natureza ou não. (Lembram do naturismo indoor dito em matéria passada?). Pois bem, durante anos, eu venho batendo na mesma tecla, sobre a decadência do naturismo brasileiro ou na sua transformação em pequenos guetos. Desculpe a todos que curtem a convivência ao natural que estão lendo essa matéria. Mas, o que eu estou tentando dizer aqui, é que o nosso naturismo, é simplesmente uma panelinha! Ou você é amigo do presidente da associação, ou então, você não faz parte do grupo (é verdade ou não é!?). Enquanto tivermos essa mentalidade retrógrada, de ficarmos

olhando somente para o nosso umbigo jamais iremos crescer! Aqui no Brasil, tudo é tão pequeno, tudo é tão restrito, tudo é tão burocrático, que às vezes chega a desanimar. Onde estão as lideranças do Naturismo do Brasil com a visão de desenvolvimento pujante, que nos dignifique a nossa história? Como Luz Del Fuego agiria para a promoção do Naturismo, se estive viva? Alguém seria capaz de me apontar nos últimos anos, um evento naturista que repercutisse nacionalmente perante a "sociedade têxtil" de forma positiva, a nosso favor? Não tem! E se tem, por favor me desculpe, mas eu desconheço. O NATURISMO É MUITO MAIS DO QUE FICAR PELADO. O NATURISMO É BUSINESS! Dito isto... espero que vocês tenham entendido. Parto agora, para a segunda parte dessa matéria.

 

CONFRARIA NATURISTA ou Célula Naturista.

O que é uma Confraria? Segundo o Google, Confraria é um conjunto de pessoas do mesmo ofício ou da mesma categoria que levam o mesmo modo de vida. "Em geral, considera-se confraria, organizações de pessoas que se reúnem periodicamente com interesses comuns". Esse é um formato de encontro que visa difundir conhecimento sobre um determinado assunto. Estudos apontam que as primeiras confrarias do mundo surgiram ainda na Idade Média onde eram relacionadas a temas místicos ou religiosos. Uma Confraria em geral pode ser composta por quatro, cinco, seis ou mais pessoas. O que eu quero dizer que, Se cada um de nós que estiver lendo essa matéria pudesse organizar ou criar uma pequena Confraria, aí mesmo aonde você mora, para desenvolvimento do Naturismo, através de reuniões periódicas, de almoços, jantares, churrascos ou simplesmente de um bom papo, no final da tarde... Seria tão bom! Não precisa ter uma grande estrutura. Como uma piscina, um campo de Futebol Society  ou uma mesa de sinuca. Nada disso! Basta, simplesmente, ter um lugar, onde possa usufruir da nudez social. Até mesmo no centro de uma agitada metrópole, dentro de um apartamento, é possível (claro, tomando as devidas precauções com privacidade, para evitar posteriores transtornos com vizinhos). Toda a convivência nudista entre quatro, cinco, seis ou mais pessoas em um ambiente aberto ou não, já é positiva! E esta convivência ou Confraria, consequentemente, pode transformar-se posteriormente, numa CÉLULA NATURISTA.

Ops! Mas o que é uma Célula Naturista? É pequeno núcleo de pessoas que convivem de modo harmonioso e respeitoso na mesma forma pela qual viemos ao mundo. Esqueçam, pelo amor de Deus, das horrorosas "festas do cabide" ou encontro casuais para a prática de sexo grupal. O que eu estou falando, é de deliciosos encontros, como um happy hour, para rir... Conversar... Comer ou beber algo, depois de um dia estressante de trabalho. Vou lhes dar um exemplo, de como funciona uma célula naturista. Imaginem, o sistema móvel de comunicação (via celular) onde uma estação de rádio com base mais próxima sustenta as nossas necessidades de comunicação no nosso dia-a-dia e, ao nos locomovermos, esse terminal muda de frequência e

Img.: arquivo JON

conf02.jpg

transfere essa comunicação de uma estação para outra, e assim sucessivamente! Como numa grande configuração de rede, ao qual estamos tão acostumados e que por vezes nem damos conta da sua complexidade e grandiosidade. A integração de um único aparelho celular, nos une a milhares de tantos outros aparelhos celulares, espalhados pelo mundo afora, numa sincronia perfeita ou quase! Vocês estão me entendendo!? E é assim, como uma grande rede de comunicacão, a proposta de Confrarias Naturistas ou de Células Naturistas interligadas entre si e a associações Naturistas regionais e por fim a FBrN, podem sustentar, a nossa necessidade de também ficarmos nus socialmente, o mais próximos de casa, sem a obrigatoriedade de termos que nos deslocar constantemente, para longínquos e às vezes caros rincões Naturistas pelo Brasil afora, ainda mais, nesses tempos bicudos e de Economia brava que estamos vivendo. Você já pensou na possibilidade dessas confrarias ou células naturistas se transformarem em futuras Associações Naturistas?

 

SALVE O NATURISMO BRASILEIRO! 🇧🇷

(enviado em 01/08/23 via WhatsApp)

Nota do Editor: As ideias e afirmativas apresentadas nesta seção nem sempre representam as ideias do jornal OLHO NU

A Federação Brasileira de Naturismo enviou para o jornal OLHO NU NOTA DE ESCLARECIMENTO e contestação sobre pontos abordados nesta seção pelo autor do texto acima. Leia aqui.

registro.gif

Novo Happy Hour em São Paulo

happy-hour
happy.jpg
happy2.jpg

(enviado em 14/08/23 via WhatsApp)

Hostel El Refugio abre as portas para evento em setembro

hotel-el-refugio
elrefugio.jpg

Veja  a matéria sobre o Hostel El Refugio no jornal OLHO NU edição 268 - março 2023

ATENÇÃO: Este empreendimento não é filiado à Federação Brasileira de Naturismo

(enviado em 11/08/23 via WhatsApp)

literatura.gif

Trilogia do Naturismo de William Welby

natliteratura

Em primeira mão o jornal OLHO NU divulga que, após anos de trabalho, Jorge Bandeira lançará a tão esperada Trilogia do Naturismo de William Welby

Texto de Pedro Ribeiro

compilado dos textos de Jorge Bandeira

publicados na revista Brasil Naturista,

edições números 4, 5 e 6

capa-livro.jpg

A capa atualizada do livro "Trilogia do Naturismo de William Welby" de tradução  e organização de Jorge Bandeira e de Mayra Campos, que será lançado durante o evento X Encontro Norte-Nordeste de Naturismo, em Manaus, em outubro de 2023. Em primeira mão pelo jornal OLHO NU

Jorge Bandeira está anunciando para outubro deste ano, durante a realização do X ENNN, em Manaus, o lançamento do livro "A Trilogia Naturista de William Welby", do qual foi tradutor e idealizador de trazer para o Brasil tão importante obra literária para o Naturismo mundial.

Segundo Bandeira algumas obras são inexplicavelmente esquecidas ou negligenciadas, que é o caso específico desta obra em pauta, sob a qual repousa um silêncio severo, sem precedentes na historiografia do Naturismo. A publicação procura sanar esta lacuna e resgatar a memória de Welby e sua brilhante contribuição para a causa naturista. 

 

Os três livros desta obra têm como tema principal o Naturismo, que começaram a ser publicados em 1934, com sucessivas edições até 1950, pela editora de Londres Thorsons Publishers. Todos os livros são ilustrados com belas fotografias, a maioria de autoria do fotógrafo Walter Bird.

Welby é um escritor claro e conciso. Sua defesa do Naturismo é embasada em sua experiência como profissional da área de saúde, além de ser, ele e sua família, frequentadores assíduos de clubes e campos de Naturismo (as populares colônias de Nudismo), naquela época muito em voga nos arredores de Londres. Um dado importante para destacarmos é a

preocupação de Welby em fazer uma divulgação do Naturismo inseparável do elemento da natureza, recheando as páginas de sua obra com belas imagens de corpos nus em comunhão com o Meio Ambiente, exibindo assim uma noção essencial do Naturismo e seu vínculo com a preservação ambiental.

A verve literária e crítica de Welby é bem conhecida, e suas teorias são sólidas o bastante para não dar margens a ataques conservadores, algo do qual ele deve ter sido uma vítima preferencial nos anos de publicação e divulgação de suas obras, entre 1934 e 1950. Todos os seus livros sobre Naturismo venderam bem, a contar pelas sucessivas edições, em média 10 edições por cada volume da trilogia.

Na primeira parte de sua trilogia – Welby descreve com muita propriedade sobre o ponto de vista histórico e moral do Naturismo, o ponto de vista da saúde e psicologia, além da questão estética e ética do Naturismo e o seu contraponto, analisando o Naturismo a partir do senso comum.

A alegria de viver de um naturista local é outro ponto forte da obra, onde em suas páginas são variados os momentos de descontração dos frequentadores dos clubes Lótus e New Forest, que interagem pelos jogos de bola e banhos coletivos em pequenos riachos. As fotos são de uma beleza estonteante, não são instantâneas apelativas, são frutos de um artista realmente integrado com a definição clássica do Naturismo. Os banhos de Sol merecem um destaque especial neste livro, sendo uma terapia bastante difundida no começo do século XX.

O título da segunda parte, ou segundo livro, THE NAKED TRUTH ABOUT NUDISM - "A verdade nua sobre o Naturismo" poderia ser considerado apelativo para a sua esplêndida Trilogia do Naturismo, no entanto, é nesta segunda obra da trilogia, que vamos ter o conhecimento do que Welby pretendia com sua opção pelo Naturismo, encerrando suas longas reflexões com um “Existe um futuro para o Naturismo?”

Quando do lançamento desta obra, Welby, no prefácio, já coloca o Naturismo em definitivo “no mapa” mundial. As referências ao Naturismo pela imprensa escrita, pelo rádio em várias partes do mundo atestam para o escritor que o Naturismo já está inserido no cotidiano das grandes cidades, apesar das distorções de suas ideias basilares feitas por seus detratores, algo que Welby considera que nunca cessará na trajetória histórica do Naturismo.

A historiografia do movimento naturista é analisada em nítidos contornos ideológicos, pois Welby destaca as atividades alemães da “FreiKorperKultur”, a famosa FKK, Cultura do Corpo Livre, em voga e ascensão na Alemanha até a chegada de Adolf Hitler à Chancelaria do Reich. Ele também faz uma analogia da vida vegetal, que precisa da luz do Sol para produzir a clorofila e o processo da fotossíntese, com a pele humana, que também necessita destes mesmos raios solares para ter uma condição saudável, tonicidade e elasticidade da derme. A questão das dietas, para Welby, não é o essencial para a filosofia do Naturismo, atesta ele que as pessoas que frequentam campos de Naturismo se satisfazem com uma alimentação simples, e que, cada um deve escolher independentemente sua opção alimentar. A questão o uso do álcool nas áreas de 

capa-naked-truth.jpg

Capa da oitava edição do livro "The naked truth about nudism" publicado em Londres em 1950.

Naturismo é também relativa para Welby, pois em seu ponto de vista apenas os excessos, e apenas eles, são condenados, seja em relação à embriaguez e ao uso de tabaco (cigarros) em locais de Naturismo comunitário. Para Welby o Naturismo não é um movimento religioso, ao contrário, é aberto a quaisquer adeptos do modo de vida da nudez social. Considera o individualismo uma estupidez, por prejudicar a divulgação do movimento naturista, e considera as manifestações isoladas de nudez em público trazem uma visão de excentricidade para os propósitos do Naturismo, onde a grande maioria da população enxerga apenas apelação e exibicionismo, destoando, inclusive, dos reais benefícios coletivos que a prática desta atividade traz a todos.

Img.: biblio.com

capa-only-natural.jpg

Capa da edição de 1935 do livro "It's only natural - The Philosophy of Nudism", de william Welby,  publicado em Londres.

O terceiro livro "It's only natural: the philosophy of nudism" - É simplesmente natural: a filosofia do Naturismo é dedicado ao casal Joseph, que iniciou o autor na “experiência memorável e deliciosa do Naturismo”. Ao longo de suas 115 páginas, Welby nos apresenta oito capítulos, todos revestidos de grande importância e fundamentando as teorias por ele defendidas na obra anterior, "Nu e Sem Vergonha".

 

O primeiro capítulo recebeu o título de "It's only natural" (Isto é somente natural), no qual Welby salienta a naturalidade que reveste a prática do Naturismo, em que afirma que um naturista não pode ser encarado como um ser estranho e exótico e que o que faz não é mais extraordinário do que as atividades de um ciclista ou um motorista. Welby ressente profundamente como naturista e divulgador desta prática de vida, que sejam vistos de forma pejorativa e apelativa pela sociedade em geral, os adeptos do Naturismo. A nudez, num aspecto de saúde e higiene, é defendida no decorrer deste capítulo inicial.

O capítulo II – trata de forma apropriada da “tirania da moda”, onde Welby disserta sobre as condicionantes sociais que estabelecem nas sociedades ocidentais o que seria útil e belo nos ditos acessórios da moda. A “moda do naturista” seria apenas o corpo meramente sem o uso de adornos estranhos ao mesmo. E com uma vantagem: esta moda nunca muda e sempre permanece a mesma, qual seja, a visão natural do corpo nu. 

No capítulo III – o autor retoma um tema caro ao movimento naturista, seu vínculo com a natureza, daí a opção em nomear este trecho de sua obra "De volta à natureza". A partir das citações de um Professor Low's, defensor do mundo industrial sectário, que aconselhava carros e motores, não use as pernas. Televisores e óculos, não use olhos dão ênfase a um Welby combativo, demonstrando a falta total sensibilidade deste dito professor Low's, que não aceitava de forma nenhuma a vida naturista nas grandes cidades. Welby alerta ao fato de que toda a variedade de indivíduos acorre a grupos de Naturismo, citando em especial vegetarianos, não fumantes, abstêmios, não-conformistas, socialistas e teosofistas (esotéricos). Welby destaca também a fúria conservadora existente na Inglaterra, onde o Naturismo enfrentava o partido conservador inglês e a igreja. Para os conservadores ingleses este retorno ao mundo da natureza propagada de maneira consistente e coerente pelos naturistas não passava de uma falácia.

O capítulo IV – intitula-se apropriadamente "Necessidade do natural", que reafirma as posições do capítulo anterior, além de fazer uma crítica aos meios empregados por Henry Ford na disseminação da produção em massa de mercadorias poluentes, notadamente o automóvel. Welby foi, talvez, um dos primeiros ambientalistas do século XX, com uma vasta produção intelectual na qual alertava para as consequências ambientais da busca desenfreada do homem ao “progresso civilizatório”.

As observações seguintes de Welby estão contidas nos capítulos "Corpo e Alma", no qual ele destaca o equilíbrio que o Naturismo pode proporcionar ao ser humano, "Seleção Natural", no qual defende a teoria evolucionista do grande cientista Charles Darwin e a sua A origem das espécies, pois os ataques conservadores repercutiam também nos meios naturistas, igualmente atacados pelos conservadores políticos e religiosos na Inglaterra, "Naturismo na ficção", no qual descreve como escritores usaram a nudez como tema principal de suas obras, num contexto literário e ficcional, assim como a nudez é tema frequente dos artistas plásticos nas mais variadas etapas da história da arte: "A Filosofia do Naturismo" é o capítulo que fecha com brilhantismo este importante livro. Os fundamentos do Naturismo são a saúde e a alegria de viver, a liberdade sem interferência na liberdade alheia e a paciência e convicção de que as coisas caminham na direção certa.

A mensagem do grande escritor do Naturismo é endereçada a todos que veem no Naturismo uma porta sempre aberta para a busca da realização plena da felicidade e comunhão entre os homens, ou seja, o humanismo e o

Img.: Edilane Campos

jorge-pedro.jpg

Jorge Bandeira e Pedro Ribeiro, amigos na praia do Abricó em março de 2023.

pacifismo é a meta principal de todos que conseguiram enxergar além do corpo, cultivando desta forma a arte essencial de preservar o planeta Terra e seus habitantes. “Welby foi, talvez, um dos primeiros ambientalistas do século XX, com uma vasta produção intelectual na qual alertava para as consequências ambientais da busca desenfreada do homem ao progresso civilizatório.” Estas palavras, leitores e leitoras, foram escritas em pelo menos a 60 anos, e só demonstram a atualidade do pensamento deste homem extraordinário que foi William Welby, um homem que abraçou com vigor o Naturismo, de braços tão grandes e generosos que envolveram, para proteger também, o Planeta Terra.

(atualizado em 1/08/23)

fbrn2.gif
fbrn

Nota de esclarecimento

Ofício 13/2023.

Ao Jornal Olho Nu,

Por seu Diretor e Editor: Pedro Ricardo de Assis Ribeiro,

 

Caro Pedro Ribeiro,

 

A Federação Brasileira de Naturismo - FBrN, na pessoa de sua atual Presidente, vem com o respeito e consideração de sempre, pedir espaço do Jornal Olhu Nu do qual você é o Editor, para apresentar a seguinte Nota de Esclarecimento, sobre alguns pontos tratados na parte intitulada “NatOpinião” ocorridos nestas duas últimas Edições, o que fazemos para publicação com o seguinte teor:

 

NOTA DE ESCLARECIMENTO.

 

A Federação Brasileira de Naturismo – FBrN, se sente na obrigação de apresentar alguns esclarecimentos ao público sobre matéria publicada neste Jornal, pontuando que respeita o livre pensamento bem como as opiniões manifestadas, sendo estas das mais diversificadas correntes de pensamento;

 

Entretanto, nos cabe em face das opiniões trazidas no espaço “NatOpinião”, nestas duas últimas Edições (clique: referência 1, referência 2), evidenciar os seguintes esclarecimentos:

 

A Federação Brasileira de Naturismo – FBrN, bem como todas suas afiliadas nunca estabeleceram qualquer tipo de atitude de segregação ou exclusão de pessoas ou grupos em face da sua orientação sexual, do contrário, quem conhece de perto a FBrN e nossas associações afiliadas, sabe muito bem quanto estão abertas e com ampla aceitação de todas as pessoas, desde que vivenciem o Naturismo como realmente deve ser, e assim todos são muito bem-vindos a todos os espaços Naturistas!

 

Cabe registrar que o Naturismo no Brasil tem sua História de luta e conquistas muito bem preservada, e que nossa causa – O Naturismo, está muito bem resguardada por nossa Federação, como pelas suas afiliadas, todos ali estão comprometidos e seriamente engajados com a causa naturista, desmerecendo qualquer clamor de necessidade de “salvamento da causa”;

 

Evidencia-se falta de informação a afirmativa postada quanto diz “ a decadência do naturismo brasileiro e sua transformação em pequenos guetos”, destacamos que, totalmente o oposto do que foi afirmado naquela opinião, o Naturismo Brasileiro, hoje está em excelente estágio de crescimento e reconhecimento mundial, nestas ultimas gestões da FBrN, houve clara expansão com criação de mais áreas e associações naturistas, e que basta conhecê-las que se saberá que não são “guetos”, estas associações estão abertas para pessoas se associarem, desnecessitando ser “amigo do presidente”.

 

Ainda sobre o tema, em data recente a FBrN obteve junto ao INPI o registro do termo Naturismo, sendo doravante de sua propriedade, outra conquista recente foi o desarquivamento do Projeto de Lei, no intuito de sua aprovação, para termos em nosso país o reconhecimento do Naturismo por Lei Federal, tendo a ação direta da atual gestão da FBrN por sua Presidente junto a Câmara de Deputados.

 

A organização e a burocracia como sua consequência, é meio indispensável para ter em nosso país organismos estabelecidos e respeitados, a nossa legislação assim impõe, e o Naturismo para ser reconhecido ante a sociedade, não pode deixar de seguir os caminhos legais, não se admite associações clandestinas ou de qualquer jeito, notadamente em um tempo que todos se cercam de cuidados e proteções legais quanto as responsabilidades jurídicas, ressaltando que, nada impede a criação de pequenos grupos de naturistas com encontros periódicos, e isso há muito já existe! É assim que se inicia uma associação naturista, ninguém está descobrindo a pólvora portanto, apenas dando um nome novo.

 

Resta patente a desinformação postada, de que “nos últimos anos não tivemos um evento Naturista que repercutisse nacionalmente perante a sociedade têxtil de forma positiva a nosso favor”, posto que, do contrário ao afirmado, foram inúmeros eventos divulgados ante a sociedade têxtil e que tiveram repercussão positiva para o Naturismo, podemos citar de inicio o 31º Congresso Internacional de Naturismo, com a presença de 33 países membros e cerca de 2.500 naturista nos dias do evento, segundo página da Uol, tendo na mídia não naturista nacional grande destaque, como matérias no Fantástico e outros jornais.

 

Outros eventos permanentes no calendário da FBrN, são divulgados em mídia naturista como deste jornal (que é visto também por pessoas não naturistas) e também são divulgados em mídia não naturista como jornais, tvs e rádios, como os Encontros Norte e Nordeste de Naturismo, CongreNat, como também o projeto esportivo do Surf Naturista que a mídia televisiva sempre se faz presente com suas coberturas.

 

Em data recente o Jornal G1 deu destaque a matéria da Associação do Ceará – Anace (https://g1.globo.com/ce/ceara/noticia/2023/04/14/associacao-defendepratica-da-nudez-para-melhorar-autoestima-bem-estar-e-relacoes-sociais.ghtml) matéria muito bem aceita pelos não naturistas, e nos dias atuais é recorrente a inserção do tema Naturismo nos chamados Podcast, com ampla participação da FBrN por sua presidência, mídia esta que é aberta e tem visibilidade por toda sociedade seja ela naturista ou não, sendo por via desta mídia, muito bem aceito o naturismo pela sociedade têxtil, promovendo debates e expressiva participação. Ainda sobre as mídias digitais, algumas associações filiadas à FBrN utilizaram e ainda utilizam as “Lives” como forma de divulgar o naturismo e conversar com naturistas e não naturistas.

 

Temos diversas ações e projetos realizados pelo Naturismo brasileiro com interações diretas junto a sociedade têxtil, podemos citar aqui que o Naturista Waldo, do Ecoparque da Mata, falando no fórum da UNESCO / ONU realizado na Guatemala, fez exposição do Posto Avançado de Reserva de Biosfera da Mata Atlântica Ecoparque da Mata. Único PA reconhecido pela UNESCO com filosofia naturista entre os 156 países ali representados do nosso Planeta. Na manhã do dia (27.06.2023) o NU-RN formalizou, no gabinete do vereador Tércio Tinoco, na Câmara Municipal de Natal, a participação no projeto social “Tampinha da Inclusão” , com a finalidade de arrecadar tampinhas 100% plásticas, que recicladas ajudarão na aquisição de cadeiras de rodas e cadeiras de banho para pessoas carentes de Natal e cidades circunvizinhas.

 

Por fim, busquemos antes de mais nada o conhecimento dos fatos e informações do Naturismo brasileiro para que haja credibilidade no que falamos e divulgamos, ainda que tenhamos opinião contrária, tenhamos a humildade em reconhecer tudo que foi realizado e está sendo feito em favor do Naturismo no Brasil, valorizando cada um de seus agentes, ao invés de divulgarmos somente críticas desabastecidas de informações.

 

Atenciosamente

Paula Duarte Silveira

Presidente da FBrN

(enviado em 18/08/23 por FBrN via e-mail)

inf-noticias.gif

Nota de falecimento: Davorin Žugčić

INF
davorin.jpg

Faleceu na sexta-feira, 18 de agosto, aos 71 anos, o ex-presidente e atual secretário da Associação naturista da Croácia, Davorin Žugčić  Nascido em Zagreb, capital da Croácia, era Engenheiro civil de formação. O funeral terá lugar no dia 23 de agosto de 2023.  Deixou a esposa Mira e o filho Dean.

(enviado em 20/08/23 via WhatsApp)

Nova edição de Focus no ar

focus

Focus, o boletim informativo da Federação Internacional de Naturismo está com a edição de agosto disponível para leitura, em cinco idiomas em seu website (inf-fni.org): inglês, francês, alemão, espanhol e português. Você pode ler a versão de sua preferência clicando sobre os idiomas. Facilitando seu trabalho o jornal OLHO NU disponibiliza a edição em língua portuguesa traduzida e editada pela naturista portuguesa Filipa Gouveia Esteves.

Leia nesta edição:

 

Na primeira matéria a Federação internacional de Naturismo informa que está criando um novo sistema para as carteirinhas INF (Passaporte Naturista), desenvolvendo um novo programa de carimbo de código QR. Espera começar a testá-lo no outono de 2023 e implementá-lo em 2024 para substituir os selos tradicionais de 2025 pelos novos QR Virtual Stamps.

A matéria seguinte é o relato do Encontro anual da Juventude Naturista ocorrida em Puget-Theniers, localidade perto de Nice, na França. Um acampamento que reuniu jovens naturistas de toda a Europa, que aproveitaram para conhecer as redondezas.

 

Na terceira matéria Ismael Rodrigo, presidente da Federação Espanhola de Naturismo, relata a preservação das praias naturistas tradicionais na Espanha e o “Dia sem Roupas de Banho” em Madrid. revelando o modo sui-generis de como é encarada a nudez nas praias espanholas e a luta para conservar essa percepção. "O modelo espanhol de gestão do nudismo nas praias consiste em informar a todos que a nudez pode ser desfrutada em todas as praias independentemente da roupa – ou seja, tanto nua quanto em trajes de banho. Este modelo inclui a proteção especial de praias de tradição nudista."

focus.jpg

A quarta matéria traz a experiência de uma casal naturista australiano que visita locais naturistas da Europa pela primeira vez. Tiveram oportunidade de participar dos eventos Alpe Adria 2023, na Croácia e em um outro em Ada Bojana, Montenegro.

 

A próxima matéria desta edição tem o título "Mais fortes juntos", o qual já revela o seu teor. É uma série de itens que mostram por que é importante se manter e se tornar membro da Federação Internacional de Naturismo (INF-FNI)

 

A sexta, e última, matéria desta edição conta os detalhes do evento naturista realizado na Ásia, chamado NATCON'23, mais precisamente na Tailândia. Foi a primeira edição após a parada provocada pela Pandemia Mundial de Covid. Mais de 70 naturistas de várias partes do mundo participaram do grande evento, que foi recheado de atrações e atividades em apenas 3 dias. Uma maratona. 

Clique sobre a reprodução da capa desta edição acima para fazer o download.

(enviado em 8/08/23 via WhatsApp)

ennn10.gif

Turismo opcional para depois do X ENNN

XENNN
econat.jpg

(enviado em 14/08/23 via WhatsApp)

noticia.gif

Está chegando o 14º Tambaba Open de Surf Naturista
Veja o vídeo e ligue o som

natnoticias

Saiba mais como será a 14ª edição do Tambaba Open de Surfe Naturista em NATEsporte

(enviado em 21/08/23 por Carlos Santiago via WhatsApp

nud_socied.gif

Colégio militar pune alunos com nudez e provoca escândalo no Peru

nu-sociedade

Img: Divulgação/Ministério da Defesa do Peru

peru.jpg

Os alunos foram obrigados a tirarem a roupa no Colégio Militar Leoncio Prado

O diretor do Colégio Militar Leoncio Prado foi destituído por forçar um grupo de alunos a posar nus e descalços ao ar livre, em um suposto castigo disciplinar, informou o Ministério da Defesa do Peru nesta sexta-feira (11).

 

"O ministro Chavez Cresta determinou que o Exército Peruano efetue imediatamente as medidas corretivas no caso, inclusive a substituição do diretor do Colégio Militar Leoncio Prado", anunciou o ministério pela rede social X, antigo Twitter.

 

O caso veio à tona após a divulgação de uma foto que mostra pelo menos nove alunos sem roupas em um pátio do colégio na noite de quinta-feira, segundo a publicação feita nas redes sociais pela jornalista Jacqueline Fokws.

Os alunos, menores de idade, foram punidos e forçados a ficar enfileirados por 20 minutos, nus e descalços, assegurou Fokws.

 

"Esta prática (...) atenta contra a proteção constitucional aos menores de idade", reagiu o Ministério da Defesa.

 

O Colégio Militar Leoncio Prado tem protagonismo na obra de Mario Vargas Llosa. O Nobel de Literatura estudou neste colégio por dois anos no ensino médio (1950,1951) e sua experiência o marcou para sempre, servindo-lhe de subsídio para escrever seu emblemático e consagrado primeiro romance, "A Cidade e os Cachorros' (1963).

 

A Defensoria do Povo também reagiu e anunciou que supervisiona a instituição militar "para verificar a situação dos alunos e se são cumpridas normas sobre bons-tratos, prevenção e atenção à violência escolar".

 

O Colégio Militar Leoncio Prado fica em Lima e existe há 89 anos.

(enviado em 14/08/23 via WhatsApp)

Nat-e-arte.gif

Exposição fotográfica de autores naturistas

nat-e-arte
expo.jpg

(enviado em 1/08/23 via WhatsApp)

esporte.gif

Surf Naturista edição 2023
(Dê o Play e Ouça o áudio)

natesporte
surf-nu.jpg

A 14ª edição do Tambaba Open ocorrerá nos dias 09 e 10 de setembro de 2023 na paradisíaca praia de Tambaba – Jacumã – Conde/PB, conhecida nacionalmente e mundialmente por permitir a prática naturista e pelas belezas naturais com suas falésias multicoloridas, recifes temáticos e vegetação exuberante que se misturam formando um cenário de beleza singular.

 

Idealizado pelo NU - Naturista Unidos, quando da realização do 31º Congresso Internacional de Naturismo em 2008, a competição tem a finalidade de promover a filosofia naturista através do surfe, esporte que representa muito bem o conceito de liberdade, harmonia com a natureza e respeito mútuo tão presentes no naturismo.

 

O Tambaba Open é a única competição de surfe naturista do país, de reconhecimento mundial e que é apresentado pela FBrN – Federação Brasileira de Naturismo, entidade maior do naturismo brasileiro e conta com a parceria da SONATA- Sociedade Naturista de Tambaba.

 

Além da competição, na programação haverá a campanha praia limpa, oficina de surfe, ato comemorativo dos 27 anos da SONATA e um evento cultural, eventos estes aguardados com muitas expectativas pelos naturistas e competidores de vários recantos do país.

00:00 / 00:46

A competição é homologada pela Federação Paraibana de Surf - FPBS e serão disputadas 03 (três) categorias: Local – Categoria destinada aos residentes de Conde/PB, sem limite de idade; Open – Categoria aberta e sem limite de idade e a Expression Session – Competição de melhor performance nas ondas (melhor manobra), esta será restrita aos dois vencedores (1º e 2º colocados) das categorias Local e Open.

 

As inscrições são gratuitas, de no máximo 16 (dezesseis) inscritos por categoria (Local e Open) e serão realizadas junto a Direção de Provas (Tel. (83) 98672-4294 -Wagner), havendo a necessidade do credenciamento pela secretaria do evento que funcionará na praia das 9h00 às 11h00, sendo no sábado (09/09) para a categoria local e no domingo (10/09) para a categoria open.

 

O participante tem ciência que a competição transcorrerá em área naturista e que deverá cumprir as normas naturistas da localidade e das regras do campeonato. Quanto à participação de menor de idade, somente será aceita com a autorização dos pais ou responsável legal, comprovadamente.

 

A organização do campeonato premiará o campeão da categoria Local e Open com prancha, troféu e brindes, enquanto que os demais vencedores até o quarto lugar receberão troféus e brindes. Já a Expression Session premiará com troféu e brinde apenas o vencedor da melhor manobra da competição.

 

A Paraíba mais uma vez saudando o NATURISMO, uma filosofia de vida plena ao natural.

PROGRAMAÇÃO

14º Tambaba Open de Surf Naturista 09 e 10 de setembro de 2023 – Praia de Tambaba/PB – Brasil.

 

COMPETIÇÃO

Sábado, 09/09 – Setor Naturista

09h às 11h00 - Inscrições

11h30 – Abertura/Congresso Técnico.

12h00 – Categoria Local (Classificatórias). Obs; Vagas limitadas e horários condicionados as condições da maré.

 

Domingo, 10/09 – Setor Naturista

09h às 11h00 - Inscrições

11h30 – Categoria Open (Classificatórias). 13h30 – Categoria Local (Final).

14h00 – Categoria Open (Final).

14h30 – Expression Session (melhor manobra).

15h00 – Premiação dos vencedores.

Obs; Vagas limitadas e horários condicionados as condições da maré.

 

EVENTOS PARALELOS:

1- Campanha Praia Limpa

Sábado, 09/09,

às 9h00 – Mutirão de limpeza - Setor Naturista/Tambaba.

 

2- Evento Cultural

Sábado, 09/09,

às 20h00 – Território Macuxi - Jacumã

 

3 - Oficina de “SurfNU”

Domingo, 10/09,

às 9h00 – Setor Naturista/Tambaba.

 

4- Café Comemorativo dos 27 Anos da SONATA

Domingo, 10/09,

às 11h00 – Café Comemorativo - Setor Naturista/Tambaba.

 

COMISSÃO ORGANIZADORA

Roselaine Pessoa / SONATA

E-mail: sonata.tambaba@gmail.com

Drica Parreira / FBrN secretaria@fbrn.org.br

Carlos Santiago / NU

E-mail: movimento,nu@gmail.com

Wagner Oliveira / FPBS

Tel. (83) 98672-4294

surf01.jpg
surf02.jpg
surf03.jpg

Como sugestões para hospedagem, há a entidade parceira Hostel da Mata  (@hosteldamata - 81-98536-7063 -  Vavá)  e também a Pousada Filhos do Sol (@pousada.filhosdosol -83-98126-6654 -  Renato) . 

As duas propriedades oferecem desconto para naturistas. 

As reservas  já podem ser feitas.

surfnu-hosp.jpg
hostel-da-mata.jpg

Atividade  cultural na  programação do  Surf Naturista 2023

(atualizado em 15/08/23 via WhatsApp)

dicas.gif

Vozes Índias: Uma liturgia essencial

NATDicas

Paulo Pereira, escritor, pesquisador, historiador do Naturismo do Brasil e mundial, articulista do jornal OLHO NU lança mais uma obra de sua autoria. Desta vez não é especificamente sobre Naturismo, porém é sobre outra de suas paixões como investigador: a vida e comportamento dos povos originários brasileiros. Seu mais recente trabalho está disponível pela Amazon, através de leitura virtual e, em breve, também em edição física.

Paulo Pereira oferece ao leitor qualificado mais um texto respaldado pela História, pela Ciência, um ensaio dedicado especialmente ao legado e à cultura dos povos originários, intitulado "Vozes Índias", a sabedoria milenar do índio como uma liturgia lúcida, um culto à integração efetiva entre homem e natureza. O texto está editado pela Amazon, disponível em duas versões: ebook e edição impressa, sempre ao alcance do estudioso, sem qualquer preguiça de ler... Paulo Pereira, biólogo e jornalista, conhecido por muitos como o "índio branco intelectivo", como destacou "Brasil Naturista", enriquece seu texto objetivo citando vários autores consagrados, e demonstra, em síntese, que as Vozes Índias exigem consideração séria, notadamente quando a humanidade se perde em improvisos exacerbados, em sustentabilidades frágeis, generalizadas. A viabilidade como espécie do bicho-homem, o primata paradoxal, está em jogo mais do que nunca, e pede uma percepção mais natural, mais rica, antes da queda do céu, como nos alerta o xamã Kopenawa... O texto de Paulo Pereira é, sobretudo, um convite irrecusável para uma reflexão superlativa.

Especialmente quando a humanidade valoriza as questões relativas à natureza, ao chamado meio ambiente, sobretudo, é mister perceber a importância da contribuição dos povos originários para uma melhor qualidade de vida. Paulo Pereira, biólogo e jornalista, sublinha o contexto ambiental e propõe ouvir as Vozes Índias, inclusive como uma leitura essencial.

Img: reprodução 

vozes-indias.jpg

O novo livro de Paulo Pereira, tem capa ilustrada por Elizabeth Silva e edição de Luana Calazans.

O livro "Vozes Índias" poderá ser adquirido na versão digital ou na versão física pela Amazon. É só clicar aqui para ser redirecionado para a página de compra.

(enviado em 17/08/23 via WhatsApp)

luta.gif

Convocação para nova manifestação pró-Galheta

natluta
agal09.jpg

Amigos, Amigas, Amigues,

 

Estamos trabalhando por SEGURANÇA na praia e nas trilhas da Galheta e para garantir a CONTINUIDADE do NATURISMO e a PRESERVAÇÃO do MEIO AMBIENTE, que estão em risco. Pedimos o apoio de tod@s!!

 

Miriam Alles e Mara Freire, à frente da Diretoria da AGAL,  estiveram, nestes 2 últimos anos, trabalhando em um Conselho sob comando da FLORAM, no  Plano de Manejo da Gal/San,  a fim de levantar um panorama geral de usos e perspectivas do Monumento Natural da Praia da Galheta. Foram auxiliadas pelos membros da diretoria e pela Federação Brasileira de Naturismo, bem como receberam contribuições de diversos naturistas de associações do Brasil e do mundo. 

 

A exposição dos resultados acontecerá de 21 a 24 de agosto no Jardim Botânico, das 10h às 18h. 

 

A diretoria da AGAL estará recebendo todas as pessoas no DIA 21 de AGOSTO, das 17h-18h30, no Jardim Botânico, Rod. Admar Gonzaga, 742

Contamos com sua presença, que é a razão desta luta! Chame todos que puderem ajudar!!

 

*Haverá possibilidade de intervenção através de recados em post it, colados em um painel. Deixe  bilhetinhos com os temas Naturismo e Segurança. Participe, não podemos deixar que nossos direitos sejam retirados!

 

O que: Exposição do PM do MONA GALHETA
Quando: 21 a 24 de agosto
Local: Jardim Botânico, Rod. Admar Gonzaga, 742/782, Itacorubi, Florianópolis,  SC
Horário: 10h-18h

 

ENCONTRO: Dia 21/08 das 17h as 18h30!

 

#SalveaGalheta, #Naturismo , #MeioAmbiente, #PreservacaoMeioAmbiente, #Agal

(enviado em 16/08/23 por Miriam Alles via WhatsApp)

lutaint.gif

ESPANHA
Nudistas protestam contra turistas vestidos em praia: "É uma falta de respeito"

luta-internacional
Federação de Naturistas-Nudistas da Catalunha afirma que gente com roupa nas praias de nudismo causa desconforto

Autor: YURI FERREIRA

Escrito em Global11/8/2023

Img: CCBYSA

catalunha.jpg

Praia em San Sebastian, na Catalunha

A Federação de Naturistas e Nudistas da Catalunha está se movimentando para defender as praias de nudismo da Espanha. Recentemente, os naturistas e nudistas - que gostam de ficar nus em ambientes públicos - têm se sentido ameaçados com a presença de turistas vestidos nas praias espanholas.

 

No país, a prática de nudismo e naturismo é normal e relativamente bem aceita. Na maior parte das praias, o topless, por exemplo, não é um tabu. Em algumas praias, é comum que as pessoas pratiquem nudismo e naturismo, mesmo que isso não seja regulamentado de forma específica.

Agora, com a alta do verão, turistas de toda Europa tem ido para a costa do mediterrâneo espanhol para pegar uma prainha. E eles estão invadindo - vestidos - as faixas de areia espanholas que os nudistas frequentam há décadas.

 

“Antes, as pessoas chegavam a uma praia de nudismo e iam embora ou tiravam a roupa”, disse a naturista Segimon Rovira, 56, ao The Guardian. "Agora eles ficam. E com trajes de banho. Mas o que eles não percebem é que, se forem muitos, acabam nos incomodando. É uma falta de respeito", diz.

“O nudismo não é proibido na Espanha, você pode praticar em qualquer praia”, disse Rovira, que é a líder a Federação Naturista-Nudista da Catalunha. “Mas para não incomodar as pessoas, preferimos ir a praias tradicionalmente nudistas e onde a maioria das pessoas anda nua. Queremos que as pessoas respeitem isso.”

 

Rovira relata que diversos turistas vestidos têm gravado as imagens dos nudistas para publicar nas redes sociais, além de casos frequentes de assédio verbal. A maioria dessas violências é direcionada a mulheres. Para a presidenta da organização, o nudismo e o naturismo são sobre liberdade e a presença de "curiosos" dificulta essa sensação.

 

"Não há comparação entre nadar nu e em trajes de banho. Você está mais livre, mais calmo e relaxado. É tudo sobre liberdade", completa.

Matéria original: revistaforum.com.br

(enviado em 22/08/23 via WhatsApp)

turismo.gif

Novo cruzeiro nudista explorará o Caribe 'ao natural'; veja como funciona

natturismo

Durante o itinerário de 11 dias da Bare Necessities, os viajantes poderão curtir as paisagens paradisíacas sem roupas

Img.: reprodução

cruz03.jpg

A companhia de turismo americana Bare Necessities Tour & Travel anunciou um novo cruzeiro nudista para 2025. Durante o itinerário de 11 dias saindo de Miami, passando por Porto Rico, Bahamas e Santa Lúcia, os viajantes poderão curtir as paisagens paradisíacas "ao natural", isto é, sem roupas.

 

Ao jornal Miami Herald, o diretor de operações Ken Tiemann revelou que a empreitada é uma ampliação dos passeios naturistas "Big Nude Boat" (Grande Barco Nu, em tradução livre) já realizados anualmente pela empresa que partem do porto de Tampa, na Flórida. "Você pode ir mais longe e avançar mais profundamente pelo Caribe em sete dias saindo de Miami do que consegue em sete dias saindo de Tampa", exemplificou.

Para isso, a Bare Necessities trocou de parceiro — sai a Carnival Cruise Lines, responsável pela viagem de 2024 que será realizada a bordo do navio Carnival Pride, com capacidade para 2.124 passageiros — e entra a Norwegian Cruise Line, que organizará o passeio de 2025 no Norwegian Pearl, com capacidade para até 2.394 passageiros.

Img: Reprodução/Facebook Bare Necessities Tour & Travel.

cruz02.webp

Cruzeiro naturista tem regras para a boa convivência entre os passageiros pelados.

O itinerário inédito estreará em 3 de fevereiro de 2025, quando o Big Nude Boat parte de Miami. A empresa espera que a mudança atraia antigos clientes. "Você conquista alguns passageiros que desejam uma mudança de paisagem", opinou Tiemann à publicação. Os primeiros ingressos serão colocados à venda em agosto e reservas devem ser feitas diretamente através da Bare Necessities e não pela Norwegian, informou a companhia.

Ainda não foram divulgados os valores do novo modelo de cruzeiro nudista. Mas o Big Nude Boat de 2024, que deixará Tampa em fevereiro de 2025 e passará uma semana explorando os mares e pontos turísticos mexicanos como a Costa Maia e Cozumel, tem passagens a partir de US$ 1.200 (R$ 5.680,20) para cabines duplas. As taxas portuárias são estimadas em US$ 150,55 (R$ 713) por pessoa, segundo o Miami Herald.

A Bare Necessities organiza os Big Nude Boats desde 1991 de sua sede no Texas.

Cruzeiro 'nu' tem regras

 

Ao jornal, Tiemann ainda salientou que os cruzeiros organizados pela Bare Necessities são viagens exclusivas para naturistas. Tentamos nos manter puros aos valores da Associação Americana de Recreação Nudista (AANR). Não somos um cruzeiro para suingue. Há um pouco de confusão. Estamos apenas oferecendo um cruzeiro para pessoas que preferem não usar roupas."

 

Por isso, a companhia divulga uma série de regras a serem respeitadas em suas viagens. Confira quais são:

 

Img.: reprodução/facebook

cruz01.webp

Empresa reforça as regras que passageiros devem seguir a bordo do cruzeiro.

* Quando o navio está ancorado no porto, todos os passageiros devem se manter vestidos. Apenas quando a embarcação ganha o mar é que um anúncio é feito de que a nudez é, novamente, permitida;

 

* Roupas são necessárias em todas as salas de jantar do navio -- peças casuais são aceitas, roupões não. É possível comer nu apenas no deque, uma área "livre de roupas";

 

* Lingerie, vestimentas de fetiche e joias genitais 'excessivas' não são consideradas apropriadas em nenhum momento;

 

* Sente-se em uma toalha sempre que estiver nu -- ou use uma calcinha ou fio dental. Uma toalha de praia limpa é oferecida nas cabines diariamente para este uso;

 

* Não se pode manipular ou tocar inapropriadamente partes 'particulares' do corpo de outro passageiro, assim como está proibida a atividade sexual explícita ou quaisquer demandas por atos sexuais;

 

* Comportamento perigoso ou rude não é tolerado;

 

* É também expressamente proibido estar nu em frente a outros navios no porto ou enquanto autoridades portuárias estão conduzindo sua inspeção a bordo do navio;

 

* Fazer fotos, vídeos ou imagens eletrônicas sem o consentimento explícito do indivíduo em questão também é proibido. Há partes do navio como as casas noturnas e os arredores da piscina em que fotos não são permitidas -- ali, os equipamentos podem acabar confiscados.

(enviado em 01/08/23 via WhatsApp)

ecologo1.gif
bottom of page