logob10a.gif

Edição nº 256 - Março de 2022 - ano XXII

Matérias inseridas no portal do jornal OLHO NU no mês de março de 2022 na íntegra.

associa.gif

AmaNAT tem nova diretoria

Foi eleita neste dia 6 de março de 2022 a nova diretoria da Associação Massrandupiana de Naturismo, a AmaNAT, que tem por uma de suas funções orientar e proteger o Naturismo na praia das Dunas, em Massarandupió, um povoado do norte da Bahia. Já foi divulgada a foto oficial:

amanat.jpg

AMANAT - Diretoria eleita para o Biênio 22/24.
Da esquerda para a direita:
Sentados: Marcelo, Ilem, Waldo e Fernando
De pé: Marisa, Kátia e Dárcio.

(enviado em 7/03/22 via WhtasApp)

AmaNAT - Edital de convocação

EDITAL DE CONVOCAÇÃO
 
Fica convocada ASSEMBLÉIA GERAL da Associação Massarandupiana Naturista -  AMANAT, para escolha da nova Diretoria, a ocorrer no dia 06/03/2022 no Ecoparque da Mata, situado no endereço BA 506, km 2, Entre Rios, BA, às 9h30 em primeira convocação com 2/3 dos Associados e às 10h00 em segunda convocação com qualquer quórum.
 
Para participar, o Associado deverá estar quites com a anuidade de 2022, que poderá ser paga, em espécie, até 30 min antes do início da Assembléia.
 
Para concorrer à Eleição, as Chapas poderão ser inscritas até 01/03/22, enviando ao e-mail jocraenen@hotmail.com a composição completa da Chapa, mediante requerimento assinado por 3 candidatos figurantes da mesma.

(enviado em 1/03/22 via WhatsApp)

Eleições gerais na associação naturista de Abricó

A Comissão Eleitoral constituída para este fim promulga o seguinte edital para a realização das eleições gerais da Associação Naturista de Abricó para a gestão compreendida entre 1 de maio de 2022 e 30 de abril de 2024

edital01.jpg

Mais informações no site da associação: anabrico.com.br/comunicados

(enviado em 23/03/23 por ANAbricó)

Páscoa na Colina do Sol

colina.jpg

Nós preparamos uma PROGRAMAÇÃO deliciosa e solidária para a PÁSCOA na nossa Colina
Vem Participar!!!

🐣 ARRECADAÇÃO de Chocolates para a Páscoa das crianças do Morro da Pedra (Entrega na secretaria até 12/04);

🍻 Quinta - 14/04, às 18h30min - Happy hour no Restaurante da Paty;

🍽 Sexta - 15/04, a partir das 12h30 - Almoço de Sexta Feira Santa no Restaurante da Paty;

👘 Sábado - 16/04, a partir das 10h - Brechó dos 8 aos 80, no Espaço de Convivência da Pousada;

👯‍♀️🎶 A partir das 20h Festa da Páscoa no Restaurante da Paty – música ao vivo com Mateus Green;

🐰 Domingo - 17/04 - Saindo da secretaria, a partir das 9h - Entrega dos chocolates de Páscoa para as crianças do Morro da Pedra;

*Complementando ainda essa linda iniciativa da Páscoa solidária🐇 convidamos a quem não puder contribuir com chocolates, pode doar qualquer valor em dinheiro por PIX, com a opção para sócios de serem incluído no boleto com vencimento apenas em 10/05/2022.


Nosso pix é o CNPJ 02808318000129 (enviar o comprovante para o what’s da secretaria:  (51) 99959-3490)
Estamos esperando pela sua  ajuda 🙏💚🙌🏻

(enviado em 29/03/22 via WhatsApp)

Encontro presencial do Graúna

grauna.jpg

(enviado em 28/03/22 via WhatsApp)

Páscoa no NATCop

natcop.jpg

(enviado em 15/03/22 via WhatsApp)

No NATVale todo dia é dia de índio

natvale.jpg

Tribo NatVale 

⛺🏹🌳🌱🐆🦜🌺

 

Dia do planeta Terra - Dia do índio

Estadia nos  quartos coletivos da casa, no sábado com o domingo  R$ 220,00. 

 

Camping sábado no domingo  R$ 200,00 

 

Day use R$ 140,00. 

 

Gratuito para criança e  adolescente (até 18 anos) com os pais

 

10% de desconto para portadores do selo FBrN 2022 comprado na associação de origem

 

20% de desconto  associados  da NatVale  com a anuidade  de 2022 em dia 

 

Refeições Inclusas;

 

local:

Vila Naturista NuAconchego

VAGAS LIMITADAS

(enviado em 23/03/22 via WhatsApp)

Páscoa nu RN

nu-rn.jpg

NU-RN - PÁSCOA NUA
Local: Pium/RN


Entrada: 7h30 (02/04) | Saída: 17h00 (03/04)

 

Teremos nosso encontro de abril para comemorar a páscoa. Dessa vez, vamos para uma chácara maravilhosa! Terá acomodação para todos. Não deixe de levar roupa de cama e toalha! Teremos vários brindes e atividades durante esses dois dias. Vamos ter partidas de vôlei! 🏐 Se ligue que são somente 30 vagas, então corre e reserve a sua!

Associados NU-RN &
Federados FBrN (c/ Selo 2021)

R$ 150,00 (À vista)
R$ 165,00 (Cartão de Crédito em até 3x R$ 55,00)

Não Federados &
Federados FBrN (s/ Selo 2021)

R$ 170,00 (À vista)
R$ 185,00 (Cartão de Crédito em até 3x R$ 61,67)

Reservas pelo WhatsApp (84 99606-2960)

(enviado em 1/03/22 via Whatsapp)

E fique atento à programação do ano todo

planat-cal.jpg

(enviado em 23/03/22 via WhatsApp)

Encontro Naturista Nu PlaNAT

planat.jpg

SONATA – Inf.Nat/Fev - 2022
Dia Nacional do Naturismo.

sonata01.jpg
sonata04.jpg

Foi em um clima de muita alegria e descontração em que a SONATA comemorou no dia 20/02 (domingo) a data alusiva ao DIA NACIONAL DO NATURISMO (21-02), dia em que se comemora o nascimento de Luz Del Fuego (Dora Vivacqua-21/02/1917) precursora do Naturismo brasileiro. Na programação tivemos práticas esportivas, mela-mela com pós coloridos, relembrando brincadeiras de carnaval, chamamento para coletividade participar do monitoramento das posturas das tartarugas marinhas na localidade e a comemoração dos aniversariantes do mês e do Naturismo nacional.

 

A Direção.

 

Comemoração alusiva ao Dia Nacional do Naturismo. Arquivo fotográfico: SONATA- Fev/2022

sonata03.jpg
sonata05.jpg
sonata02.jpg

(enviado em 1/03/22 via WhatsApp)

Calendário de atividades 2022 do SPNat

spnat.jpg

(enviado em 17/03/22 via WhatsApp)

registro.gif

NATIbiúna convida

natibiuna02.jpg
natibiuna03.jpg
natibiuna01.jpg

(enviado em 3/03/22 via WhatsApp)

Nus no Rio - 4ª edição

Vem aí a quarta edição do evento Nus no Rio organizado pela naturista Márcia Mística. Veja abaixo os banneres do evento. Em breve informações mais detalhadas.

Mas faça logo sua inscrição porque as vagas são limitadas.

press to zoom

press to zoom

press to zoom

press to zoom
1/7

Sábado 9/4 churrasco clássico com churrasqueiro  o dia inteiro das 12h às 19h com 1 quilo de carnes para cada um + acompanhamentos incluídos no valor.

Música ao vivo diurna

Day use R$ 200,00.

Ou R$ 150,00 para assados vegetarianos + suflê de couve flôr noturno.

Domingo 10/4

Incluso

STROGONOFF DE FRANGO ou Vegerariano

NOITE > 18 horas   porção salgado  ou batata frita

Só tenho 8 lugares .

100 reais ou quarto. Tem 4.  2 casal + 2 solteiro Pode ser dividido para 2 pessoas.

Um  de casal já está reservado.

Tenho uma cama solteiro reservada

(reenviado em 10/03/22 via Whatsapp)

elan9.gif

Elan 2022 - as cores da alegria da Colômbia

Por Pedro Ribeiro

Momentos mágicos e inusitados. É desta forma que se poderia definir o resultado do nono encontro latino americano de naturismo realizado na Colômbia, entre os dias 18 e 21 de março de 2022. A cidade de Medellín foi o ponto de partida (e de chegada também) dos naturistas oriundos de diversas partes do mundo, principalmente da América Latina. Mas o Encontro em si ocorreu na pequena cidade de San Jerónimo, a 35 quilômetros de distância de Medellín. Situada em altitude de 780 m, portanto muito mais baixa do que Medellín (1495 m) e Bogotá (2640 m) apresentando temperaturas muito mais propícias para o Naturismo do que as outras duas cidades. Por falar em clima, tivemos os dias de evento aqui com tempo formidável, com sol quente e noites agradabilíssimas que dispensaram

elan11.jpg

Img: Gustavo de La Garza

Foi evento de muitos reencontros e de alegria: Nick e Linz, o famoso casal YouTuber o prestigiou, bem como o onipresente Gustavo, do México.

Img: Gustavo de La Garza

elan10.jpg

Gustavo do México, Pedro e Paula do Brasil e Maytê e Beto do Equador, fizeram parte do grupo dos "desgarrados" de Medellín

o uso de qualquer tipo de cobertura para proteção de frio.

 

Mas vamos começar pelo começo. A abertura do evento ocorreu na sexta-feira dia 18 de março. A partir das 9 horas da manhã os naturistas já estavam sendo esperados no local combinado no centro da cidade de Medellín. Do Brasil somente havia dois representantes, Paula Silveira, presidente da Federação brasileira de Naturismo e Pedro Ribeiro,  eu mesmo, membro do  Conselho Maior da FBrN e editor do jornal OLHO NU. Nós nos reunimos no dia anterior com outros representantes e visitantes e formamos um pequeno grupo: Maytê e Beto, do Equador, Manu e Ryan, dos Estados Unidos, Gustavo do México e Walter também do Equador, todos hospedados em mesmo hotel na muita

movimentada Corredera 70, com muitos cassinos, restaurantes e Tiendas de bebidas. Quase a totalidade do restante dos participantes forasteiros ficaram hospedados em um outro hotel, da rede Ibis, em outro ponto da cidade, sugerido pela organização do evento, enquanto esperavam a hora da partida para os encontros.

Ao meio-dia, nós, o grupo desgarrado, chegamos no local combinado onde seria abertura oficial do Encontro. E aí veio a primeira surpresa inusitada. Era um circo, de verdade, aquele com tenda, arquibancada, trapezistas, palhaço, mágico, malabaristas e acrobata. Circo Medellín. Foi montada infra-estrutura para receber os naturistas, com recepção, cadastramento, entrega de brindes, pulseirinhas de identificação e local para armazenar todas as roupas e pertences com segurança. O local é uma área enorme com estacionamento e banheiros onde se recebe o público para as exibições circenses no cotidiano, mas que agora estava reservada para os naturistas. Aqui recebemos a primeira refeição programada. Já havia cerca de cinqüenta naturistas prontos para começar o tão esperado evento.

 

E ele começou. Daniel Gòmez, no momento ainda vice-presidente da ClaNUD e anfitrião do evento, fez as honras da casa, logo após o almoço, tendo como palco o picadeiro do circo e como platéia os naturistas sentados na arquibancada. Deu as boas vindas, resumiu a agenda do que estava por vir. Logo em seguida começaram as apresentações dos artistas que são realmente membros daquela companhia circense. Todos, “devidamente” vestidos diante da plateia desnuda, arrancaram muitas palmas e ovação. Porém, inesperadamente um dos acrobatas entra no palco inteiramente nu e começa a fazer sua apresentação de maneira natural e competente. Inusitado e extremamente bem-vindo. Depois  de sua atuação, no encerramento do show ele veio nu agradecer aplausos, juntamente com seus colegas vestidos. Naturismo de verdade.

elan02b.jpg

Álvaro Patiño, o único acrobatra que fez sua apresentação de forma naturista.

Em conversa com ele, o colombiano Álvaro Patiño revelou que tem muita simpatia pelo movimento naturista e que já esteve no Brasil, inclusive no Rio de Janeiro, onde morou por três meses enquanto fazia aulas no curso da Escola Nacional de Circo.

 

Após estarmos todos nós novamente vestidos, nos dirigimos para o ônibus que nos levou até a Fundación Casa Museo Maestro Pedro Nel Gómez, instituição dedicada inteiramente à vida e à obra do famoso artista plástico colombiano Pedro Nel Gómez. O local é a casa onde viveu o artista durante boa parte de sua vida. A visita guiada com todos inteiramente nus, inclusive a guia. Inesperado e

Img: Paula Duarte

inusitado. O evento já estava nesta altura se revelando completamente inédito na sua constituição, e, se parasse por aí, já seria inesquecível. Mas não parou.


Após o museu, vestidos,  voltamos ao ônibus que nos levou para mais um evento nudista. Agora em uma boite, onde poderíamos dançar,  conversar e jantar. Muita música, dança e alegria ao som de ritmos latinos diversos, inclusive brasileiros, além dos clássicos mundiais. Foi desta forma que foi encerrada a primeira noite do IX ELAN. Os participantes foram liberados para voltarem para seus hotéis originais, descansarem e às oito e meia

Img: Pedro Ribeiro

elan04.jpg

Os naturistas, vestidos, degustaram vários sabores do legítimo café colombiano, após palestra sobre o assunto

propriedade produtora, onde podemos aprender como colher o café no pé e selecioná-los para preparação do produto. Depois acompanhamos todo o passo da produção e mais café foi oferecido, para brasileiros um estranhíssimo café gelado. No caminho de retorno ao ônibus ainda fomos agraciados por doces caseiros feitos com banana, queijo branco e um melado, servidos em folhas de bananeira.


Na sequência, o ônibus nos levou para o Hotel Família Casa Blanca, que foi a sede do encontro latino Americano de Naturismo pelos próximos três

Img: Paula Duarte

elan06.jpg

A entrada do hotel resort no qual foi realizado o IX ELAN e onde nos hospedamos

No final da tarde de sábado começou a primeira reunião oficial do Encontro. Foi uma sessão de apresentação de tema para debates. Apresentado pela representatnte da Argentina "O nudismo familiar" foi o primeiro tema, que levou a muitos debates  e troca de experiências e ideias. Após quase duas horas, às 19 h 10 encerra-se o primeiro dia de trabalho. E o jnatar já estva sendo servido. Esta noite de sábado terminou com brincadeiras no Karaokê, com disputas de “troféus” e muitas troças. Tudo comandando pela animadora naturista Maitê, da Colômbia.

Img: Pedro Ribeiro

elan03.jpg

A vista ao museu onde morou o artista plástico colombiano Pedro Nel Gómez foi inteiramenet naturista

da manhã estarem de pé novamente para mais uma jornada incrível.


E assim foi. No segundo dia, o sábado, estávamos todos reunidos ao lado do Hotel Íbis, no centro da cidade de Medellín para pegarmos o ônibus que levariam os naturistas para onde seria realmente a realização do IX ELAN, na pequena cidade de San Jerónimo, a 35 quilômetros deste ponto, mas no caminho teríamos outra atração incomum. Paramos num restaurante de estrada, onde nos esperava uma palestra sobre o café colombiano com direito a provas de diversos tipos e qualidades, produzidos por pequenos produtores da região. Depois seguimos para conhecer exatamente uma pequena

Img: Pedro Ribeiro

Paula Duarte, presidente da Federação Brasileira de Naturismo, aproveitou para aprender como se faz a coleta do café

dias e duas noites. A primeira impressão foi maravilhosa, com a grande construção principal, a piscina, quadras, áreas de lazer, bar e tudo que anima uma festa. Havia muita gente já hospedada e aguardando nossa chegada. Chegamos direto para almoçar, logo depois que voltamos a ficar nus. Em seguida cada um de nós fez o registro e foi conduzido ao seu quarto, todos coletivos, onde nos apropriamos de uma cama. Nesta altura o grupo já contava com cerca de 75 pessoas.

 

Após a instalação, começou o lazer com jogos e brincadeiras na piscina, música no bar, reencontros, bate-papos,  novas amizades e trocas de experiência e conhecimento sobre o Naturismo de cada país presente. Tudo informal e descontraidamente. A tarde foi de lazer e muitas brincadeiras.

Img: Maytê Róldan

elan01.jpg

Uma das partes do hotel que teve mais sucesso: a piscina

O domingo começou com aula de Yoga matinal, antes mesmo do café da manhã ser servido, atraindo um seleto grupo de amantes do amanhecer. Após o café da manhã o convite, que tal conhecermos a Gruta de San Jerónimo? Era uma caminhada de alguns poucos quilômetros a tal famosa gruta que traz muitos

Img: Paula Duarte

elan07.jpg

A Gruta de San Jertónimo - ponto turísitico da cidade honômima

quem tinha se declarado nestas condições na inscrição para o evento. Após uma pequena pausa para descanso (para aqueles que queriam descansar, é lógico, porque a agitação da piscina estava se iniciando) ocorreu a segunda assembleia geral programada. Iniciando-se um pouco antes das 15 h. Foi a abertura oficial do evento no que toca aos trabalhos objetivos do ELAN. Neste momento alguns líderes  apresentaram palestras sobre assuntos relativos ao Naturismo. Foi anunciado pela Colômbia que está em formação no seu país uma federação e que está em adiantadas negociações a oficialização da primeira praia de nudismo opcional no país. Também foram apresentados temas para debate a partir de textos lidos para reflexão. e foram levantados assuntos pela audiência, que foram debatidos e concluídos. Após uma pausa a assembleia retornou para segunda parte logo após as 18 horas.  Neste momento se discutiu a institucionalização dos grupos e suas vantagens a partir da plenária conduzida por Paula Duarte, do Brasil. Encerrando-se a reunião, o jantar já estava sendo servido. Após o jantar foi a vez de mais atividades recreativas lideradas pela incansável Maitê. Brincadeiras do passe o bastão e depois da pintura corporal animaram a festa até mais de meia noite.

elan09.jpg

Img: Arquivo pessoal

A pintura corporal animou ainda mais a última noite do IX ELAN

visitantes de várias partes da Colômbia. Ao lado há um rio que desce a montanha e provoca algumas quedas-d’águas e poços para banho. Os naturistas, guiados por outro animador, funcionário do hotel, foram convidados para subir o rio para um local mais tranqüilo, ou seja sem a aglomeração de pessoas que havia naquele ponto. Algo nos dizia que o naturismo seria novamente praticado. Dito e feito. Alguns metros rio acima os naturistas ficaram de novo ao natural. Banharam-se nas águas gélidas, se lambuzaram de uma mistura de café e mel, a qual tinha sido garantida como adstringente e hidratante, ficaram expostos ao sol por alguns minutos para fazer efeito e depois se banharam novamente para retirá-la da pele. Muitos afirmaram que se sentiram muito bem.


Caminhada de volta para o hotel. Já era hora do almoço. Os almoços e jantares foram todos com a culinária típica colombiana, mas sempre diversificados e até com opções veganas para

Img: Arquivo Pessoal

ELAN08.jpg

Gustavo de La Garza, representante do México, apresentou tema para debate

A segunda-feira ensolarada, a última manhã do evento que estava por terminar. Mas houve mais uma reunião de trabalho, por volta das 10 e meia da manhã. Era a Assembleia Geral Ordinária quando são lidas e votadas as moções que poderiam alterar o estatuto e que foram enviadas com antecedência ao congresso. Também foi definida a posse da nova diretoria da ClaNUD, a qual passou a pertencer a Colômbia. Também ficaram já definidos a data e local do próximo ELAN: Cancun, no México entre 17 e 20 de novembro de 2023. Essa reunião ficou mais interessada aos membros e delegados da Clanud.

O resto do povo continuava na paz e tranquilidade do reforço de conhecimentos e trocas de contatos. Logo após o almoço veio o ônibus para nos tirar desse mundo mágico e levar-nos de volta à realidade. Fomos diretamente para Medellín, no mesmo ponto de onde embarcamos no sábado. Muitas despedidas, muitos abraços e promessa de todos nós nos encontramos novamente no próximo ELAN.

 

Estavam presentes os representantes oficiais dos seguintes países  membros da ClaNUD: delegação da Costa Rica por Mayte Roldán, delegação da Bolívia por Andrés Nieves, delegação do Chile por Pedro Ribeiro e Gerardo Cisneros, delegação do

Brasil por Paula Silveira, delegação da Argentina por Daniel García, delegação do México por Daniel de La Garza, delegação de Colômbia por Daniel Goméz, delegação do Equador por Maytê Róldan e delegação do Peru por também por Paula Silveira.

Leia a ATA OFICIAL DO IX ELAN em arquivo PDF, clicando aqui.

(enviado em 30/03/22)

noticia.gif

Nota de falecimento: Dr. Adriano

adriano.jpg

Faleceu em Jundiaí, no estado de São Paulo, em hospital onde estava internado devido a um acidente de moto, ADRIANO CAMARGO DE FELICE, conhecido no meio naturista como dr. Adriano. Era Diretor Administrativo/ Secretário do SPNat.

Adriano nasceu em Campinas, SP, era veterinário

Deixou esposa e filhos.

Img: portaldacidade.com

(enviado em 10/03/22 via WhatsApp)

SÁBADO, 12 DE MARÇO DE 2022 ÀS 20:00

A Volta da Pedalada Pelada

Praça do Ciclista

Detalhes

65 pessoas responderam

Evento de Massa Crítica SP

Grupo · Massa Crítica SP

Praça do Ciclista

Público  · Qualquer pessoa dentro ou fora do Facebook

A VOLTA DE PEDALADA PELADA
World Naked Bike Ride 2022
São Paulo
Sábado, 12 de março
20h
Praça do Ciclista (Av Paulista)

 

A World Naked Bike Ride (WNBR), também conhecida em português por Pedalada Pelada, é uma campanha global em que os participantes planejam, se encontram e pedalam juntos sem a obrigação de usar roupas.

 

naked.jpg

Os corpos nus do passeio chamam a atenção dos motoristas e da sociedade para a fragilidade dos ciclistas e pedestres no dia a dia do trânsito. Ao não utilizar roupas, os participantes dão visibilidade aos meios de transportes não motorizados e deixam de ser, durante a campanha, invisíveis.

 

O objetivo é promover uma visão de segurança no trânsito, de não poluição e de positividade em relação aos corpos das pessoas. É, ao mesmo tempo, um protesto contra os efeitos negativos do petróleo, dos automóveis e das energias não-renováveis.

 

O código de vestimenta é o quão pelado você ousar, do inglês bare as you dare. A nudez total ou parcial é encorajada, porém não é obrigatória em todas as pedaladas ao redor do mundo. A não obrigatoriedade de cobrir as partes íntimas diferencia essa pedalada dos outros eventos ciclísticos. (texto: Wikipedia)

 

A Pedalada Pelada acontece anualmente em São Paulo desde 2008 no segundo sábado de março. Em 2020 e 2021 o ato não ocorreu em virtude da Covid-19. Apesar da pandemia ainda não ter se encerrado, em 2022 a WNBR retornará, mas com o pedido para que os participantes mantenham os cuidados sanitários recomendados, como uso de máscaras, distanciamento entre os ciclistas e vacinação em dia.

IMG-20190317-WA0108.jpg

O encontro acontece no formato de Massa Crítica, ou seja, não há organizadores, líderes ou participação de qualquer instituição. O trajeto do ato será definido coletivamente entre os presentes.

 

Você aí parado! Vem pedalar pelado!
Mais amor! Menos motor!

Arte: Viola Sellerino @violasel 

Fonte: https://fb.me/e/3dU7Vp3Fg?ti=wa

(enviado em 2/03/22 via WhatsApp)

Rio de Janeiro também convoca para a pedalada pelada

A organizacçao do evento-protesto Pedalada Pelada (WNBR2022) comunicou em seu post no facebook que foi suspensa a edição que seria realizada no dia 12 de março no Rio de Janeiro.

Fonte: World Naked Bike Ride :: Rio de Janeiro :: Pedalada Pelada - Publicações (facebook.com)

pedalada-rio.jpg

(enviado em 10/03/22 via WhatsApp)

clanud.gif

Bela recordação: Elan no Uruguai

A foto da recordação: Os membros comissionados para trabalhar no que seria finalmente a CLANUD. O nome de trabalho na época (março de 2014) era ONEA: Nudist Organization of American States 😊. Infelizmente, o formato do Yahoo Groups que implementamos não funcionou para a mudança. Foi somente no VII ELAN, em Brasília, que Pedro Ribeiro deu o impulso decisivo para a formação do que hoje é o CLANUD.

Na imagem ao lado, em pé: Renè Rojas (Chile), Gerardo Cisneros (México), José Tannus (Brasil) e Henry Alarcon (Equador). Sentados: Alícia (uruguai), Florencia Brenner (Argentina), Elias Pereira (Brasil) e Renata Freire (Brasil).

onea.jpg

(enviado em 2/03/22 por Gerardo Cisneros via WhatsApp)

novid.gif

Mais uma associação no Nordeste

piaui.jpg

(enviado em 23/03/22 via WhatsApp)

NATibúna se legaliza juridicamente

É com grande satisfação que a presidente do grupo comunica aos amigos naturistas que a Associação Naturista da Região Metropolitana de Sorocaba - NAT  IBIÚNA concluiu na data de 07/03/2022 o seu Registro em Cartório. Agradecemos a todos os amigos que nos  incentivaram e nos apoiaram. Seguiremos em frente, sempre divulgando com muita harmonia e respeito a filosofia naturista.

Um dos próximos passos da associação é se filiar à Federação brasileira de Naturismo.


Cristiane Conceição Pires - Presidente
Eduardo Gil Carvalho Costa - Vice-Presidente
Eliseu Rodrigo de Souza Barros – Secretário Geral
Dilma Lopes da Costa – Secretária
Elisabete Aparecida Alves Fernandes - Conselheira

natibiuna-02.jpg
natibiuna-01.jpg

(clique sobre a imagem para ampliar)

Contatos com a presidente Cristiane pelo WhatsApp: 13 99621-6530

natibiuna-03.jpg

(enviado em 14/03/22 via WhatsApp)

Nat-e-politica.gif

Natural Desnaturado

Por Paulo Pereira*

O atual cenário mundial revela claramente a alienação humana, com guerras e epidemias atormentando gravemente a todos, sem distinção de classe ou pretensa raça, um pesadelo anunciado pela teimosia da utilização de um modelo fracassado, desnaturado, de humanidade, de civilização, sempre o improviso oportunista e a ignorância conceitual como virtudes patéticas... Mesmo distantes da trevosa Idade Média, os seres humanos, certamente primatas paradoxais, continuam cultuando as cegueiras intelectual e espiritual, o velho delírio de poder e riqueza a qualquer preço, o egoísmo burro prestigiado adnauseaum. Os artifícios, incluindo os patológicos, os descabidos e, sobretudo, os desnaturados, assaltam o dia a dia do bicho-homem, que se julga eterno, acima da Natureza, talvez um anjo decaído, provavelmente de céus imaginários, oníricos... Até quando haverá espaço real para tanta demasia, para tanta incoerência?...

              A percepção rigorosa do natural exige conhecimento e atitude cidadã, antes que a “queda do céu”, como diria o xamã Kopenawa, ocorra inapelável, antes que a noite trágica da inviabilidade

grito.jpg

envolva em suas sombras gélidas os vestígios das ditas civilizações... Na verdade, parece estar faltando, sobretudo, a definição, ou o conceito, do que seja efetivamente “natural”. Dizem os bons dicionários que “natural” é: da natureza, em que não há trabalho ou intervenção do homem... Natural, do Latim “naturalis”, relativo à natureza, inato. Mas os pseudo-eruditos, sempre os velhos fariseus da objetividade vazia, os negacionistas da ciência e do óbvio, tentam distorcer, desarticular, destruir... A propósito, recordo, de passagem, uma vez mais, a entrevista que concedi, em 1994, ao festejado programa “Sem Censura”, da TV-E, na qualidade de Presidente da Rio-Nat – Associação Naturista do Rio de Janeiro, especialmente sobre a prática nudista-naturista na Praia do Abricó-Grumari/RJ. Na ocasião, o folclórico comentarista esportivo, Sergio Noronha, disparatado e sem qualquer conhecimento da filosofia naturista, só falava em “defensiva”, certamente por mero cacoete, chegando a afirmar, provavelmente por analfabetismo conceitual, que “natural” era estar vestido... A Ciência, com maiúscula, a História Natural, a Biologia, sobretudo, definitivamente ignoram, e repudiam, todas as colocações disparatadas, que confundem o joio e o trigo, verdade e versão, fato e mito, tudo que só vale para edificar intolerâncias, preconceitos, pós-verdades. É tempo de mais ciência e menos crendice, menos casuísmos. Todos os seres humanos nascem inteiramente nus, conforme a natureza, sem censuras, sem oportunismos baratos, sem culpas odiosas, sem pecados inventados, sem falsos pudores. Em sua obra clássica, intitulada “A Vida na Terra, Uma História Natural”, o jornalista britânico, David Attenborough, BBC-Londres, Editora Martins Fontes/Universidade de Brasília, nos oferece, brilhante, a história do processo da vida no planeta Terra, uma narrativa didática, deliciosa, uma aula irrecusável de saber, de pesquisa, de bom senso. É importante reafirmar que o natural, do qual somos parte indissolúvel, não pode ser concretamente alienado, desnaturado... A natureza não pede sustentabilidade, mas respeito, preservação inteligente, essencial. As meias-verdades são sempre mentiras inteiras, e basta de mediocridade com ares de sentido!...

             

Dentro dessa perspectiva, aqui focalizada, é mister registrar, ainda que de forma breve, o que infelizmente prossegue ocorrendo em relação à cultura indígena no Brasil, aos nossos irmãos índios, guardiões históricos de nossas matas, de nossa biodiversidade, de nossa natureza indomável. As repetidas tentativas de invasão e exploração indevida das terras indígenas são uma chaga, uma vergonha, que afronta nossa dignidade, nossa inteligência, nossa história. A fome estúpida do ouro, o garimpo criminoso, poluidor, e todos os pretextos inventados pelo falso progresso, permanecem agredindo a Natureza, uma temeridade louca, uma aventura suicida!... A floresta viva, preservada, vale muito mais do que terras devastadas, recordemos. Quando até medalhas relativas ao mérito indigenista são doadas afoita e demagogicamente a políticos profissionais, vale registrar com destaque a atitude corajosa, edificante, do velho sertanista Sidney Possuelo, uma referência indigenista, um determinado defensor dos índios isolados, personagem central da obra consagrada de Scott Wallace intitulada “Além da Conquista”, editora Objetiva. Possuelo decidiu

poli.jpg

devolver a medalha por ele recebida há longo tempo, igual à medalha estranhamente concedida aos falsos amigos dos índios, aos que só querem “brincar de índio”, aos cínicos, que eventualmente até usam um cocar sem contexto, sem história, aos que, na verdade, querem a dizimação dos índios, o fim das reservas indígenas, a transformação do índio num pária da sociedade consumista, desnaturada. Possuelo, Villas-Bôas, Darcy Ribeiro, Noel Nutels, por exemplo, não podem ser menosprezados, debochados, esquecidos. As vozes índias merecem respeito!

             

Em tempo, é oportuno lembrar que, já na própria definição oficial, o Naturismo consagra o culto e o respeito pelo chamado meio ambiente, pelo natural, pela Natureza, um fundamento precioso. A ciência comprova cabalmente que não há justificativa para desmatar em benefício da produção de forma radical. No início de 2022, cresceu o sistemático desmatamento suicida, principalmente nos estados do Mato Grosso, Pará e Amazonas, uma tragédia sem fim, irracional. Não basta tirar a roupa para ser naturista... É hora de compromisso com a verdade natural!

sidney.jpg

Sidney Possuelo, em frente ao Ministério da Justiça, antes de devolver a Medalha do Mérito Indigenista.

Fonte: conexaoplaneta.com.br em 18/03/22

Img:: arquivo pessoal

*Paulo Pereira é jornalista, biólogo e um dos precursores do Naturismo brasileiro

Abril 2022

(enviado em 28/03/22 por Paulo Pereira via e-mail)

natmidia.gif

Nudelot: Edição de março de 2022

nudelot.jpg

Está no ar a edição de Março da revista eletrônica Nudelot, editada pela Apanna (Asociación para el Nudismo Naturista Argentino) traz mais de uma dezena de artigos de muito interesse para o naturista de toda parte do mundo. Redigido em espanhol, não apresenta grande dificuldade para a compreensão do leitor brasileiro, que também poderá se utilizar do tradutor de seu navegador de Internet.

 

Clique sobre cada item para ir direto à seção, ou clique sobre a capa ao lado para abrir a edição na íntegra:

GALERIA DE ARTE
Raúl Vargas- Modelo Artístico Nu (modelo vivo):
Raúl Vargas, 44 anos, nascido em Bogotá, Colômbia, há 20 anos se dedica à modelagem para nus artísticos e também é coordenador de oficinas gratuitas de desenho nu com modelos. Profissional em contabilidade e fonoaudiologia, abandonou essas atividades posando para grupos de arte em oficinas que coordena com outros artistas.

CARTA AOS LEITORES
Nudismo e Legislação:

Levando em conta a legislação, leitor gostaria de saber se ao ficar pelado possa ter algum problema legal ou com a polícia. Ele leu que em alguns países nudistas foram presos.

lot01.jpg

A arte de cozinhar sem roupa

McMullen, uma comissária de bordo de 60 anos que vive com o marido em tempo integral no Lago Como, disse que se sentia muito mais criativa quando cozinhava nua. No entanto, muitos nudistas rejeitam a ideia de que cozinhar é mais difícil para eles do que para pessoas que usam roupas.

CRÔNICAS DE VIAJANTES NUDISTAS
Nudismo no Brasil

Nick & Lins fizeram uma viagem pelo Brasil e deram uma visão completa dos lugares de nudismo que visitaram. Existe uma Federação e numerosas associações. Existem clubes, resorts, acampamentos, pousadas e outros tipos de instalações naturistas. Às vezes um clube também é um resort, às vezes um resort não tem nada a ver com toda a Associação ou a Federação nacional, e às vezes parte de um resort é administrada por um clube e outra parte é administrada de forma privada.

lot02.jpg

NUDEZ PRIMITIVA
"Os Yanomami"

A nudez é a condição usual que prevaleceu durante a maior parte da existência da humanidade. Da nudez completa à cobertura ocasional do corpo, fez parte do modo de vida desde os tempos pré-históricos, passando pela civilização greco-romana, até parte da Idade Média. Mesmo agora, em algumas áreas remotas com climas mais quentes, persistem sociedades nuas, tribos primitivas cujos membros não usam roupas. É o caso dos yamomamis.

 

COMPORTAMENTO SOCIAL
Paqueísmo: a técnica para evitar aborrecimentos desnecessários

Você já discutiu raivosamente com outra pessoa sobre tópicos tão 'irrelevantes'? Como você ficou depois? Talvez exausto e chateado? Quanto tempo muitas pessoas gastam em fóruns e redes sociais desenvolvendo uma polêmica que não leva a nada, nada mais do que um fútil escora de orgulho? Isso porque você não aplicou o paqueismo, a técnica patenteada pelo psicólogo Tomas Navarro que nos ajuda a evitar problemas desnecessários.

História do Retrato Nu
O corpo nu e sua representação visual sempre gerou debates acalorados. Hoje, a exibição de nudez permanece controversa, principalmente no contexto das mídias sociais. Isso se aplica tanto a fotografias de "adulto nu real", conforme descrito pelo Facebook, quanto a representações "artísticas ou criativas" de nudez, que são estritamente proibidas pelo Instagram e sua empresa controladora.

CONFEDERAÇÃO LATINO-AMERICANA DE NUDISMO
espaço CLANUD
Pandemia: Nudismo diante da nova realidade

Os seres humanos são capazes de lidar com situações adversas e favoráveis ​​em pouco tempo e já superamos várias vezes as pandemias globais. Hoje devemos estar preparados e conscientes de que nada é para sempre, então essa situação também vai acabar ou pelo menos mudar, é o que chamamos de nova realidade. Um dos fatores a considerar nesta nova realidade será a biossegurança, ou seja, em todos os lugares devemos respeitar os protocolos para nosso próprio bem e o dos outros.

lot03.jpg

A FOTO SELECIONADA

MEIO AMBIENTE
O Guia Ambiental

O Guia Ambiental é um trabalho pedagógico em linguagem simples e de fácil assimilação, destinado a todas as idades, com ou sem orientação profissional, com o objetivo de cuidar do meio ambiente, economizar água, luz, gás, gasolina, evitar poluição sonora, visão e aconselhamento para prevenir doenças contagiosas (epidemias e pandemias).

Naturista e Têxtil
Hoje, para nós, existem dois mundos: O mundo do naturismo ou bem-estar e felicidade: E o mundo têxtil ou mundo complexo dos complexos...

NUDISMO NOS ESPETÁCULOS
"Jardim do Éden"

Garden of Eden - filme de nus de 1954 - co-produzido por Walter Bibo e Norval E. Packwood. Cenas externas foram filmadas no Lake Como Family Nudist Resort em Lutz, Flórida.

RETRO NUDELOT
"Streaking" a moda de correr nu

Surgiu do nada, voando em um borrão carnudo que deixou algumas pessoas horrorizadas, outras divertidas e um bom número de pessoas sem saber o que fazer com isso. E em um instante ele se foi...

PERSONAGENS NUDELOT
Floreyna e o Código da vida em Nudelot

Floreyna nos conta em seu "Vivencidiario del Reyno de Nudelot". Vamos aprender a sentir e ouvir a nossa pele.

ROUPAS PARA NADAR?
Saia da água com suas compressas gotejantes que vão encharcar: sua cadeira, espreguiçadeira ou toalha e que manterão suas nádegas e seus seios nesta maceração úmida, longe de higiênica ... de infligir tal inconveniente? e depois esse jogo de esconde-esconde para se trocar, ou no chuveiro: ginástica para se vestir em um cubículo estreito e bem fechado... Homem e mulher

lot04.jpg

bem separados, é claro. Porque tudo o que escondemos cria buracos e todo tipo de vícios... Felizmente, esse sexismo não existe no naturismo.

HUMOR NUDISTA

(enviado em 21/03/22 por InfoApanna via WhatsApp)

midia.gif

‘Motel ao ar livre’: orgias em praia de Balneário Camboriú voltam a incomodar moradores

Moradores de condomínios próximos e até frequentadores da praia do Pinho denunciam cenas de sexo explícito durante feriados e fins de semana.

Matéria do portal ND+, de Santa Catarina, órgão associado à Rede Record de Televisão. O portal ND+ é o site de notícias mais lido de Santa Catarina e também o mais lido pelos cidadãos catarinenses, além de ter sido o case vencedor do Top de Marketing e Vendas ADVB 2021 na categoria comunicação.

REDAÇÃO ND, ITAJAÍ em 04/03/2022

Novamente as cenas e rastros de orgias e sexo explícitos na praia do Pinho em Balneário Camboriú, Litoral Norte de Santa Catarina, voltaram a incomodar moradores de condomínios próximos à avenida Interpraias, um dos pontos mais conhecidos da região, chamando a atenção para a praia que ficou conhecida como “motel ao ar livre”.

 

Moradores relatam que as cenas de sexo e prostituição no costão da praia são frequentes, mas durante os fins de semana e feriados, as cenas de orgias e sexo explícitos na praia, considerada como a primeira de naturalismo do Brasil, são ainda mais recorrentes.

Foto: Arquivo pessoal/ND

olho03.jpg

Trilha que dá acesso à praia com cenário diferente por conta dos preservativos espalhados pelo chão

Diante disso, os moradores cobram uma maior fiscalização da prefeitura e pretendem levar a questão ao conselho comunitário de segurança. A prática de sexo viola uma das regras para frequentadores da praia do Pinho, que é não praticar sexo no local para que a região justamente não se torne uma espécie de “motel ao ar livre”.

 

Mas imagens de moradores mostram que essa regra é totalmente ignorada. Na última segunda-feira de Carnaval (28), filmagens mostram uma orgia na praia, onde uma mulher aparece fazendo sexo junto a um grupo de pelo menos 20 homens.

 

Parte das pessoas que participam da orgia estão completamente peladas, e quem não pratica o ato, se masturba enquanto assiste a cena. Outra imagem mostra a mulher masturbando o grupo de homens.

Outra imagem mostra duas mulheres se beijando enquanto um homem fotografa a cena, os três são observados por um casal e as pessoas que estão próximas. A prática de sexo deixa um rastro de sujeira e camisinhas pela praia.

 

O chão por trilhas e costões fica coberto de preservativos e a prática de sexo incomoda também quem busca o naturalismo na praia. “No caminho você encontra, além de pessoas sozinhas paradas na trilha, muitos pacotes de preservativos usados. Já na praia pessoas tendo relações sexuais”, disse uma testemunha que não quis se identificar.

 

Logo às margens da avenida Interpraias, ao lado Sul da Praia Central — a mais badalada da cidade — existem duas placas no portal da trilha que leva até a praia. Em uma delas, a escrita deixa evidente as regras do local: “É extremamente proibido praticar atos de caráter sexual ou obsceno, fotografar, gravar ou filmar qualquer naturista”. No entanto, isso não acontece.

 

“Na praia rola sexo de casais de todos os tipos. Tenho um amigo que está sempre no Pinho. Ele é casado com mulher, tem filhos, mas curte frequentar lá em busca de fetiches”, revelou um frequentador do local que preferiu não ser identificado.  O público se mostra diversificado, mas em sua maioria são homens.

olho02.jpg

Foto: Reprodução/Internet

Orgias e sexo explícitos são flagrados por moradores na região da praia do Pinho em Balneário Camboriú

Fiscalização

 

A Guarda Municipal de Balneário Camboriú, responsável pelas fiscalizações, afirma que o atendimento às infrações ocorrem quando há denúncias através do 153, e apesar do patrulhamento constante, não houve denúncia.

 

Depende, portanto, dos próprios frequentadores denunciarem para que a Guarda Municipal possa atuar no local. De acordo com o artigo 233 do Código Penal, “praticar ato obsceno em lugar público, ou aberto ou exposto ao público” pode ser motivo de detenção, de três meses a um ano, ou multa.

Sobre os últimos episódios de sexo e orgias explícitos na praia durante o feriadão de Carnaval, a prefeitura de Balneário Camboriú, que responde pela Guarda Municipal, afirmou que não houve denúncia e que elas devem ser feitas através dos fiscais de posturas pelo (47) 9232-0187 ou a Guarda Municipal pelo 153.

 

Naturismo

 

A prática de naturismo na praia do Pinho começou no início da década de 1980. O local tem cerca de 500 metros de extensão, possui mar com ondas fortes e, de acordo com os frequentadores, há privacidade, pois é cercado por costões e vegetação.

(enviado em 5/03/22 via WhatsApp)

sociedade.gif

Naturistas visitam exposição que questiona a relação com o corpo: 'Liberdade'

Fonte: Jornal EXTRA de 28/03/22

Por: Fernando Moreira 

expo01.jpg
expo02.jpg

"É extraordinário porque eu acabei de começar o naturismo, então é diferente. No começo, era um pouco... não embaraçoso, mas era como, "Como eu vou fazer isso?" Mas agora está tudo bem, é uma liberdade", disse Selinda Kistan, uma assistente social francesa de 33 anos, que é naturalista.

"É realmente uma relação com o corpo, não ter vergonha do próprio corpo, não se sentir culpado dizendo para si mesmo: 'não, eu

não vou poder porque...' Bem, não, você tem que ousar", declarou Viviane Tiar, de 55 anos, presidente da Federação Francesa de Naturismo.

(enviado em 28/03/22 via WhatsApp)

nud_socied.gif

Pedalada Pelada Paulista 2022: volta à normalidade

Por Richard Pedicini*

Após a chuva uma centena de ciclistas se reuniram na avenida Paulista
Após a chuva uma centena de ciclistas se reuniram na avenida Paulista

press to zoom
peruca neon
peruca neon

press to zoom
No fundo o prédio da Presidência; em frente, a bunda.
No fundo o prédio da Presidência; em frente, a bunda.

press to zoom
Após a chuva uma centena de ciclistas se reuniram na avenida Paulista
Após a chuva uma centena de ciclistas se reuniram na avenida Paulista

press to zoom
1/11

A Pedalada Pelada aconteceu sábado à noite na Avenida Paulista. A chuva do final da tarde ameaçou o evento, mas o pavimento estava seco às 20 h quando uns cem ciclistas já tinham se reunido na Praça do Ciclista, e a temperatura estava a 22°, que nem exige roupa nem proíbe o esforço de um bom passeio de bicicleta. Durante a próxima hora o grupo ganhou adesões e perdeu vestimentas, até que este grupo heterogêneo, uns totalmente nus, muitos parcialmente, e muitos com slogans pintados nos corpos, deu três voltas à praça em aquecimento, e desceu a avenida, para depois voltar e seguir pela metrópole. Todos unidos pela causa de maior visibilidade e segurança para os ciclistas.

O evento, que aconteceu pela última vez em 2019, faz parte do movimento mundial “World Naked Bike Ride” (WNBR), destacando a fragilidade do ciclista no trânsito, e a desculpa mais comum do motorista que machuca ou mata uma ciclista, “eu não o vi”. A nudez enfatiza a fragilidade, e assegura que “agora você está me vendo.” A Pedalada Pelada segue a organização horizontal – quer dizer, sem líderes – do movimento Massa Crítica, que organiza protestos mensais de bicicleta em São Paulo. A Pedalada Pelada junta aos ciclistas o apoio de várias organizações naturistas, o mais notável este ano NatVale: uma dúzia de seus sócios viajaram três horas da Natividade da Serra, no Vale do Paraíba, para juntar sua presença ao protesto pela primeira vez. O grupo Paulinat estavam em número menor do que em eventos passados.

 

Bare as you dare
 

O WNBR usa o lema “Bare as You Dare”, não exigindo a nudez mas pedindo para participantes usassem tanto pouco quanto ousassem. Uns tiraram até o limite de segurança, montando suas bicicletas vestindo somente sapatos, capacete, e mascara N95. O limite de outros era biquínis, ou às vezes somente a parte de baixo, e cuecas, com destaque para cueca samba-canção em estampas vivas. Uma mulher chegou logo antes do protesto partir e tirou a roupa de cima até ficar de um colante vermelho “Salva Vidas”, e para completar o tema aquático, meias arrastão.

Uma jovem que participou pela primeira vez, preferiu esconder a identidade enfeitando a cabeça com uma vistosa peruca de verde néon, uma coroa de flores artificiais e uma máscara N-95, e no corpo um jaleco de lamé prateado. O conjunto parecia mais adequado para pilotar uma máquina temporal do que uma bicicleta. Ela preferiu também esconder seu nome, mas deu seu motivo de estar presente: apoiar a Massa Crítica. Moradora do centro, esta foi sua primeira Pedalada Pelada.

Bruno, de complexão parda e dreadlocks, máscara, e mochila pretas, era da Zona Norte mas agora mora no Centro. Esta foi sua primeira Pedalada Pelada, e veio, “para comemorar que estou como minha bicicleta de volta, eu estava três meses sem ela.” Veio sozinho. “Convidei meus amigos mas eles não queriam vir. Provavelmente foi vergonha.” Quase todos ainda estavam vestidos às 20 h, mas o novato Bruno foi um dos primeiros a tirar tudo. Menos a máscara. Pelado na plena Avenida Paulista, ele pareceu totalmente à vontade, e tanto adequado à paisagem quanto aos graffiti.

A dona de uma voz falando inglês com sotaque norte-americano revelou que era de Arizona, mas faz seis anos, que etsá em São Paulo.

Ana Júlia e Tomás vieram juntos e estiveram no evento pela primeira vez. Ambos costumam se locomover de bicicleta e não tem automóveis. Ana Júlia diz que apoiar sua mecânica de bicicleta foi um motivo importante de participar do evento. Tomás assegurou que pretendiam participar “semi-pelados”. Ana Júlia, ruiva, chegou usando uma camisa de listras amarelas e brancas largas, separadas por listras pretas finas. Tomás portava uma camisa com uma estampa que lembrava balões juninos sobre fundo preto, e cabelo que apesar de descolorido lembrava Harpo Marx. Quando a hora da partida se aproximava, o par manteve as máscaras N95 azuis iguais, mas Ana Júlia ficou de shorts jeans e um sutiã amarelo, e Tomás de cueca azul justa. Ambos tinham slogans pintados no corpo, e logo antes da saída, capacetes na cabeça.

O evento tinha poucas crianças, mas uma com tiara com chifres vermelhos piscantes acompanhou o pai, usando camisas do mesmo tom de azul.

Kalí, uma das primeiras mulheres a tirar a camisa, foi enfática sobre porque veio, “Para dar visibilidade para o ciclista, e deter a violência contra o ciclista no trânsito.”

 

Segurança policial, tolerância oficial
 

Outros que levaram a segurança do ciclista no trânsito a sério, pelo menos durante o protesto, foi a Polícia Militar. Viaturas e motocicletas do PM seguiram os manifestantes para manter os carros afastados. Uma espécie de bloqueio móvel seguia a manifestação a uns quarteirões de distância, desviando uns carros da avenida para evitar um excesso de movimentação, um cuidado prudente.

A Massa Critica não divulga a rota do protesto com antecedência, uma prática com raízes históricas, adotado para dificultar os esforços da polícia para interferir. Na Pedalada Pelada 2022, antes da pedalada começar, um policial filmou parte dos manifestantes com seu celular e parecia postar para mídia social. Um manifestante se aproximou ao sargento, e divulgou em voz baixo a rota que seria adotada.

A pedalada propriamente dita começou pela ciclovia oficial que há na Avenida Paulista nos dois lados da Praça do Ciclista – que não existia quando aconteceu a primeira Pedalada Pelada. Nos primeiros metros passaram abaixo das janelas do escritório paulista da Presidência da República, sem que ninguém se importasse com isso. Na hora antes que o protesto partiu, várias pessoas tiraram a roupa em plena avenida – Paulista, não Sapucaí – e ao que parece, ninguém se incomodou. Vi uma única mudança de rotina, quando um ônibus parou em frente da praça, em vez de ir até o farol fechado, para permitir o motorista ou seus passageiros mais tempo para olhar a multidão.

*Jornalista norte-americano radicado no Brasil. Colaborador do jornal OLHO NU há muitos anos.
richard.pedicini@gmail.com

(enviado em 13/03/22 via e-mail)

ecologo1.gif

Encomende agora para sua biblioteca as melhores obras do Naturismo Brasileiro por um preço especial.

 

A obra de

Evandro Telles*

naturismo_capa000b.gif

NATURISMO - um estilo de vida transformador

Oferta especial de fim de ano

 

de

R$ 48,90

 

por apenas

R$ 39,90*

 

em sua casa.

* Mais despesas de envio

 

loja virtual

OLHO NU

logo_animado2.gif