top of page
esporte.gif

Surf Naturista edição 2023
(Dê o play, ouça e veja os vídeos)

As primeiras imagens e matérias da décima quarta edição do Tambaba Open de Surf Naturista já estão disponíveis, com um resumo visual de tudo que aconteceu. Com produção impecável do jornalista Leokárcio Cavalcanti, os vídeos são um brinde. A matéria a seguir é um resumo do que aconteceu, mas matérias especiais serão publicadas ao longo deste mês e finalizadas na edição de outubro, com muitas fotos e informações.

A 14ª edição do Tambaba Open ocorreu nos dias 09 e 10 de setembro de 2023 na paradisíaca praia de Tambaba – Jacumã – Conde/PB, conhecida nacionalmente e mundialmente por permitir a prática naturista e pelas belezas naturais com suas falésias multicoloridas, recifes temáticos e vegetação exuberante que se misturam formando um cenário de beleza singular.

 

Idealizado pelo NU - Naturista Unidos, quando da realização do 31º Congresso Internacional de Naturismo em 2008, a competição tem a finalidade de promover a filosofia naturista através do surfe, esporte que representa muito bem o conceito de liberdade, harmonia com a natureza e respeito mútuo tão presentes no naturismo.

 

O Tambaba Open é a única competição de surfe naturista do país, de reconhecimento mundial e que é apresentado pela FBrN – Federação Brasileira de Naturismo, entidade maior do naturismo brasileiro e conta com a parceria da SONATA- Sociedade Naturista de Tambaba.

Diversas instituições naturistas se fizeram representar no evento, embora não houvesse qualquer competidor vindo delas. As bandeiras delas foram fixadas no estande oficial do evento, onde houve frutas e água para os competidores.

surf-bandeira01.jpg

Esta "pipa" foi hasteada para celebrar a 14ª edição do Tambaba Open de Surf Naturista e tremulou durante todo o final de semana

TEMPO INSTÁVEL

 

O fim de semana teve um tempo bastante instável. No sábado ficou chuvoso a todo o momento, alternando com aparições de sol . Parecia que isso iria prejudicar o astral do evento. No entanto tudo transcorreu muito bem, com o brilho de sempre. Porém houve um certo temor pelo sucesso do evento, porque,  até pouco mais de meio-dia, não havia chegado ninguém da comissão técnica e equipe de juízes para poder fazer as inscrições dos interessados que apareceram na praia pela manhã. A previsão da programação era de que as inscrições começariam às 9 horas. Mas após a chegada da equipe que fez o julgamento dos surfistas, ao meio-dia, tudo transcorreu muito bem.

Img.: Pedro Ribeiro

Mesmo antes de chegarmos à praia, houve um certo receio sobre as dificuldades de realização do Tambaba Open, pois foi marcado para o mesmo sábado outro evento, bem maior. Uma corrida pelas trilhas do Conde, cujo início se deu justamente no estacionamento da praia de Tambaba. A apreensão se deu porque não sabíamos quanto tempo ele demoraria no local, o que prejudicaria a chegada das pessoas na praia. No entanto, às 9 horas da manhã, já estava tudo liberado.

CAMPANHA LIMPEZA DE PRAIA

Pela manhã, com atraso pelo horário previsto, ocorreu uma atividade de limpeza de praia, a qual reuniu cerca de 12 naturistas voluntários que percorreram toda a grande extensão da areia, recolhendo todo o material que não deveria estar jogado pelo chão, muito menos em um local de proteção ambiental, como material plástico, latas e garrafas de vidro. A tropa marchou até a Pedra do Cachorro, no limite da área naturista. No caminho até lá convidaram banhistas presentes para entrarem no cordão da limpeza, sem, no entanto, grande adesão. Na volta é que o lixo foi recolhido e trazido para o ponto de coleta. Muitos ficaram impressionados com a quantidade acumulada.

Img.: Pedro Ribeiro

surf-limp04.jpg
limpeza-tambaba

INSCRIÇÕES ATRASADAS E ANSIEDADE

Ainda pela manhã, houve um rapazinho que realmente se destacou por que toda hora ele perguntava sobre onde se poderia fazer inscrição. Era um rapaz de cerca de 15 anos de idade, que estava muito ansioso para participar do evento,  mas ele ficou muito frustrado porque como ele não foi para a praia com seus pais nem levou uma autorização por escrito deles, ele não pôde participar do evento.

Img.: Pedro Ribeiro

surf-juri.jpg

Os jurados da Federação Paraibana de Surf já têm presença tradicional no evento.

A competição é homologada pela Federação Paraibana de Surf - FPBS e foram disputadas 03 (três) categorias: Local – Categoria destinada aos residentes de Conde/PB, sem limite de idade; Open – Categoria aberta e sem limite de idade e a Expression Session – Competição de melhor performance nas ondas (melhor manobra), esta seria restrita aos dois vencedores (1º e 2º colocados) das categorias Local e Open.

 

COMPETIÇÃO "LOCAL"

Segundo a organização, 32 atletas se inscreveram no total. No sábado dia 9 ocorreram apenas as baterias da competição chamada “Local” onde somente moradores da região puderam participar. Então nós tivemos 3 baterias com 9 competidores que disputaram as classificações para a final que seria realizada somente

no domingo. Ficaram classificados os surfistas Willimas Silva, Wamberto Ferreira, Hellinton Rato e Marlisson José. Como de praxe, na hora da competição os surfistas utilizaram camisetas de quatro cores diferentes: preto, amarelo, vermelho e verde, para que pudessem ser distinguidos pelos juízes dentro da água. Todos os surfistas que se inscreveram, assinaram um documento de autorização de uso de suas imagens pela a mídia autorizada a fazer a cobertura do evento. O atleta Reginaldo Filho, embora nascido e criado no município do Conde, não participou, neste ano, da competição “Local”, da qual foi campeão contumaz em quase todas as edições anteriores.

Img.: Pedro Ribeiro

NOITE NATURISTA NA MATA

À noite, no Território Macuxi, houve o evento “Noite Naturista na Mata”, promovido pelo Hostel da Mata, onde se pôde cantar e dançar MPB ao som da “Banda sob tom” (https://www.instagram.com/bandasobtom/) que tocou músicas principalmente da década de 90, na voz de contralto de Waleska, apoiada pelos integrantes baterista Paulo, Guitarrista Raul e Baixista Lula . Apesar de ser uma festa naturista, poucas pessoas tiraram as roupas, mesmo estando o clima extremamente agradável para isso. Também estava incluso no preço do ingresso o serviço de comestíveis (espetos variados e caldos) e de sucos de fruta. Após a banda terminar sua grande apresentação, começou uma sessão de karaokê, que foi até altas horas da madrugada.

surf-hostel01.jpg

A Banda Sob Tom já animou muitos bailes naturistas

Também no mesmo local houve uma exposição fotográfica, cujas fotos são de autoria de naturistas muito queridos, um deles já falecido, Parinam, que dedicou grande parte de sua vida na divulgação do Naturismo da praia de Tambaba, além de Roberto Mercury e do poeta Joubert Jerônimo. Trata-se de um projeto com objetivo de produzir materiais impressos, tais como um livro artístico com fotos, poemas e texto informativo bilíngüe, coleção de fotos temáticas, agendas, camisetas e postais, ensaios para revistas nacionais e internacionais para divulgação da cultura local, seus habitantes, artesanato, naturismo, fauna e flora da região, através da captura de imagens da Praia de Tambaba e seus arredores.

 

E não foi só isso. A pintura corporal fez parte das atrações do evento noturno com o trabalho do famoso e talentoso Luiz Cláudio, o conhecido Lucky. Muitos corpos serviram de tela para seus trabalhos feitos na hora.

Img.: Pedro Ribeiro

surf-instant38-gui-machucado.jpg

Reginaldo Filho, várias vezes campeão de edições anteriores de Tambaba Open de Surf, apesar de sua pouca idade é um dos competidores mais antigos. Nesta edição sofreu um acidente que o fez parar no meio da bateria.

DOMINGO DE COMPETIÇÃO

O domingo amanheceu chuvoso, mas o tempo abriu e firmou. Só em um determinado momento à tarde houve uma pequena pancada de chuva. Nada que tirasse o brilho do evento. No domingo foi disputada a categoria mais importante a “Open”, além da “Expression Session” e a final da “Local”. Atletas de várias regiões do Nordeste estiverem presentes, um com títulos de campeão em diversos torneios da federação paraibana de surf e regionais do Nordeste, e campeão diversas vezes do Tambaba Open de Surf, Reginaldo Filho, ou simplesmente Guinho, é um dos mais jovens, porém dos mais antigos competidores  deste campeonato, do qual participa ininterruptamente desde os 8 anos de idade. Agora com 18 anos, sonha com voos mais altos, não só sobre as ondas. Talento e ousadia tem de sobra para conquistar muitos prêmios pelo Brasil inteiro e até no exterior, mas falta-lhe patrocínio. Porém Guinho

sofreu um pequeno acidente com sua prancha, enquanto competia, que atingiu-lhe a testa e o deixou zonzo, fazendo-o interromper sua série por alguns instantes. Contou com a solidariedade de outros competidores e de seu pai  que foram lhe prestar auxílio. Por sorte não foi grave e tudo não passou de um susto. E ele voltou à competição.

AULINHAS DE SURF

Embora tenha sido incentivada, a participação feminina na competição ainda não ocorreu desta vez. No entanto, foram elas as principais “alunas” da “Escolinha de Surf” que ocorreu à tarde, entre o final das provas e a divulgação dos resultados e premiação. O professor foi o surfista Wagner Meira, veterano da família de irmãos surfistas Meira, que nesta edição, pela primeira vez os três irmãos competiram na mesma bateria do “Open”.


O Tambaba Open foi encerrado com a premiação dos vencedores das três categorias. A organização do campeonato premiou o campeão da categoria Local e Open com as almejadas novas pranchas especiais de surf, troféu e brindes, enquanto que os demais vencedores até o quarto lugar receberam troféus e

surf-aula07.jpg

Img.: Pedro Ribeiro

Drica Pereira foi uma das alunas do surf, que arrancou aplausos dos outros alunos por sua performance sobre a prancha, mesmo que tenha sido no seco.

brindes. Já a Expression Session premiou com troféu e brinde apenas o vencedor da melhor manobra da competição. O influencer naturista João Pinto, membro do NU-RN, leu um poema de autoria de José Aragão, vice-presidente da Federação Brasileira de Naturismo, que mostrou a todos as alegrias de sermos Naturistas.

Img.: Pedro Ribeiro

surf-festa01.jpg

PARABÉNS PRÁ VOCÊ, SONATA

Finalmente, a Sociedade Naturista de Tambaba convidou todos para participarem do festejo do vigésimo sétimo aniversário da entidade, cantando o indefectível “Parabéns prá você” e comendo a deliciosa torta de limão.

 

Desta forma encerrou-se mais um grande evento Tambaba Open de Surf Naturista. Como foi lembrado a todo o momento pelo locutor Wagner pelos alto-falantes do evento, no próximo ano será realizada a décima quinta edição. O evento estará debutando. Então a expectativa para uma festa ainda maior é grande. Só o tempo dirá, mas não devemos esquecer que é necessário um bom patrocínio para realizar uma bela festa.

VENCEDORES

 

Vencedores da 14ª edição do Tambaba Open : Categoria Local:

Marlisson José(Campeão),

Helliton Rato ( Vice-campeão),

Willames Silva ( 3ª Lugar) e

Wamberto Ferreira ( 4º Lugar);

 

Categoria Open:

Ulisses Meira (Campeão),

Reginaldo Filho (Vice-Campeão),

Willian Meira ( 3º Lugar) e

Jota Filho ( 4º Lugar) e na

 

Expression Session:

Reginaldo Filho (Campeão).

surf-venc01.jpg

Img.: Pedro Ribeiro

Ulisses Meira recebe com alegria e surpresa a notícia de que foi o vencedor da 14ª edição do Tambaba Open de Surf Naturista

COMISSÃO ORGANIZADORA

Roselaine Pessoa / SONATA

E-mail: sonata.tambaba@gmail.com

Drica Parreira / FBrN secretaria@fbrn.org.br

Carlos Santiago / NU

E-mail: movimento,nu@gmail.com

Wagner Oliveira / FPBS

Tel. (83) 98672-4294

(enviado em 15/09/23 por Pedro Ribeiro)

Veja mais de uma centena de fotos sobre o 14º Tambaba Open de Surf Naturista em Imagens dos fatos 1  e Imagens dos fatos 2
ecologo1.gif
bottom of page