top of page
entrevista.gif

Evandro Cruz, a luz que brilha no Ceará

Ele é forte, carismático, bem humorado, bom filho. Esses são os traços determinantes que compõem a personalidade de um homem que tem cara e alma de menino. Ousado e tímido ao mesmo tempo, é um líder nato que conduz com toda maestria e sutileza uma das mais representativas e importante Associações Naturistas de nosso país. O nosso entrevistado de hoje, é o meu querido amigo, Evandro Cruz dos Santos ou simplesmente, o Evandro da ANACE, que acabou de realizar a terceira edição do ANACE TROPICAL, estrondoso sucesso. Vem pra cá Evandro...

Entrevista concedida a Nelmo José

Quem é você?

Evandro Cruz, Presidente da Associação Naturista do Ceará – ANACE desde 2022, amante do naturismo e naturista há 10 anos. Sou formado em Economia e Microempresário da área de eventos corporativos.

 

Qual é a sua idade?

Não gostaria que a minha idade fosse mencionada no jornal, pois o naturismo  não tem idade e não existe o etarismo. Muitos ainda acham que o naturismo tem faixa etária.

 

Como você se tornou um naturista?

Meu pai sempre nos incentivou a estarmos nus em casa, pois ele ficava também. A Minha mãe, não! Sempre curti acampar, ir à praia, estar junto à natureza e vi nesse hobby a oportunidade de ficar e estar nu nesse cenário natural.

 

Você é casado? Tem filhos?

Solteiro, sem filhos.

Família e naturismo são duas coisas distintas para você?

Não. E também não era pra ser. Porém o modelo estrutural enraizado na esfera

evandro03.jpg

familiar e também a falta de informação correta sobre a filosofia naturista, bem como o naturismo, impede que seus componentes possam aderir ao naturismo e à causa naturista. Sou filho de pais separados. E como a minha mãe sempre foi contra e por respeito a ela e isso quando morávamos juntos, decidi praticar somente em ambientes propícios ou em praias naturistas oficiais. Ou até mesmo em locais (praias) desertas, pois o verdadeiro naturista sempre busca uma oportunidade para tirar a roupa, com segurança, claro.

 

Com qual frequência você fica nu?

Fico nu quando estou em casa e nos eventos oficiais da Anace. Em reuniões naturistas da Anace, que são bem frequentes. O fato de estarmos sempre juntos proporciona a prática naturista. É uma oportunidade dos gestores e simpatizantes exercerem a filosofia naturista ficarem nus de forma segura e acolhedora.

 

O avesso às roupas é algo comum entre Naturistas/nudistas. Eu, por exemplo, tenho muito poucas ou somente o necessário. Você como Naturista, quais são os tipos de roupas que ainda mantém e não pode faltar em seu armário?

Do ponto de vista de acessórios: toalha/canga, chapéu/boné, protetor solar. Agora se for no meu armário mental não pode faltar: nudez social com comprometimento, paciência e acolhimento para ouvir as pessoas e seus bloqueios e dores e ter espírito empreendedor para avançar sem medo e sem lamentos.

evandro01.jpg

Conte-me a sua trajetória no naturismo até aqui. Como você se tornou presidente de uma das Associações Naturistas, mais representativas do país?

Eu sempre fui naturista, mas de forma inconsciente. Gostava de ficar nu dentro de casa quando eu estava sozinho, no meu quarto e principalmente, nos lugares que eram desertos como praias, nas trilhas no mato ou nas viagens que fazia, buscando sempre  um local específico para tirar a roupa. Tornar-me um naturista de fato e depois presidente da Anace, é um sonho realizado!

 

Fale-me um pouco da ANACE. Como é o dia-a-dia de uma associação naturista?

A Anace está com 4 anos de fundação, mas é uma criança com cabeça de gente grande. E está sempre buscando uma forma de se posicionar e fazer a diferença em tudo o que ela se propõe a fazer. Os membros que compõem a Associação são bem conscientes do seu papel em disseminar a cultura naturista da forma correta, transparente e, sobretudo, com muita responsabilidade. A Anace hoje em dia, busca a sua representatividade em todo o estado do Ceará, trabalhando arduamente nas mídias sociais, no marketing, nos eventos presenciais e convidando os naturistas e, principalmente, os simpatizantes, que são o nosso público alvo a conhecer a Associação e a filosofia naturista como um todo!

Você prefere trabalhar de forma independente ou em grupo? Por quê?

Trabalhar em grupo te dá a oportunidade de conhecer as diferenças, as limitações e os bloqueios existentes através das narrativas de cada um. Na minha posição de líder, cabe a mim identificar as competências, como também as dores de cada um...

 

Quais são as prioridades da ANACE, atualmente?

A Anace trabalha hoje, pensando no futuro. Tudo é prioridade no naturismo. Mas, precisamos iniciar em algo. O nosso foco hoje, é ter uma Associação bem conhecida e representativa em todo o estado Ceará. E claro, desmistificar e desvincular o naturismo das práticas sexuais e da pornografia.

 

Quais são os maiores desafios que a ANACE, já enfrentou até o momento?

Primeiramente, foi unir toda a equipe que no início não estava preparada para o crescimento e as mudanças de pensamento e de postura dentro e fora da Associação. Um empreendimento, seja ele qual for, precisa ter uma equipe forte, unida e, sobretudo, emocionalmente preparada para lidar com os desafios que não são poucos. E Depois foi inserir as mudanças administrativas onde foi criado um planejamento estratégico, um organograma e uma estrutura organizacional com muitas reuniões, posicionamentos e dificuldades de cada um e assim darmos continuidade ao progresso e ao crescimento da Associação.

 

Qual foi o maior projeto ou realização de sucesso da ANACE, que você se orgulha em ter participado?

O maior projeto da Anace hoje é a criação da praia naturista do Ceará que ainda está em andamento. É algo que me dá muito orgulho mesmo ainda nesse processo de elaboração . Montei uma equipe de bastidores que não são membros da Anace, mas que estão muito conectados com a ideia e a elaboração do projeto. Eu e toda a minha equipe temos tido um grande cuidado de assim tornar realidade esse grande sonho que não é só meu, mas de todos os naturistas e simpatizantes da causa, principalmente, do Ceará.

Quais são os principais eventos anuais realizados pela ANACE. E quando é que eles acontecem?

A Anace tem um calendário oficial com 8 eventos anuais onde 2 deles são importantíssimos que são: Aniversário da Anace e o Anace Tropical. Esses dois eventos eu tento agregar membros, público externo, pessoas que de alguma forma nunca tiveram a oportunidade de participar e praticar a nudez social e assim conhecerem sobre o projeto e consequentemente, participarem também dos outros eventos do calendário. Mas temos também eventos extraoficiais que são aqueles que não estão no calendário oficial. E isso acontece mensalmente na residência de algum membro, nas trilhas em cachoeiras ou nas praias mais desertas que tem de montão aqui no Ceará.

Fale sobre o ANACE TROPICAL.

É assim... é um evento que já está na sua terceira edição. E foi realizado agora, recentemente, nos dias 17, 18 e 19 de Maio, foi um evento pra ficar na história do naturismo no Brasil, né? Não é nem na história do Ceará, é do Brasil! Porque não teve outro igual. O que eu fiz aqui foi, pura e simplesmente, o que nunca fizeram. Foi enaltecer o naturismo, certo? Foi enaltecer as pessoas que trabalharam e trabalham pelo naturismo, como o Pedro Ribeiro, você, enfim... e também gerou palestras e rodas de conversa onde várias autoridades que 

compõem o naturismo no Brasil estiveram presentes e puderam opinar... falar... e se posicionar sobre o tema: O Naturismo em tempos de Inteligência Artificial e redes sociais. O naturismo, Nelmo, precisa, é se reinventar, precisa se resignificar! Porque do jeito que está, meu amigo, não vai rolar mais... Então, todas as associações da Federação e também ela precisarão se renovar, precisarão entrar nas mídias digitais de fato e de verdade. O que eu estou fazendo aqui na ANACE, está a anos luz à frente de qualquer Associação. E olha que ela só tem 4 anos!

 

E só pra concluir, a gente precisa fazer alguma coisa pelo naturismo. O naturismo, não pode e nem deve mais ficar no ostracismo e nem nos Bastidores. A gente precisa fazer provocações construtivas, inteligentes, para que as pessoas entendam que o naturismo não tem nada a ver com práticas sexuais e pornografia. Como a própria definição de naturismo diz, é um estado de espírito do ser humano e a nudez social que vai além de tirar a roupa. Enfim, vários outros temas foram inseridos no ANACE TROPICAL III, edição 2024, e que teve flashes ao vivo para todas  as redes sociais do Brasil e do mundo, mostrando que nós, da ANACE, estamos fazendo aqui no Ceará. Nós, da ANACE, estamos escancarando o naturismo. Mas, escancarando no sentido de mostrar para as pessoas que nós não estamos parados. Nós estamos trabalhando. Nós estamos aqui lutando e vencendo desafios. São avanços ainda tímidos, na verdade, mas chegar ao topo, será só uma questão de tempo. Eu vou furar essa bolha que estamos. Aliás, já estou furando...

evandro04.jpg
evandro05.jpg

Quantos associados a ANACE possui?

Hoje nós temos 36 membros oficiais, 15 futuros membros masculinos e 10 futuros membros femininos.

 

Como se tornar um associado?

A Anace tem um canal direto do nosso Instagram para o Whatsapp, onde recebo várias ligações e mensagens de texto de diversos tipos de pessoas. Nesse primeiro atendimento que é feito diretamente por mim, falo sobre a Anace, seu objetivo, como também procuro escutar e ouvir quais são os anseios, dores e bloqueios e o que a levou a nos procurar. Em seguida marco uma entrevista online, para depois inseri-lo(a) no grupo de futuros membros. A partir daí ele vai participar de 3 eventos naturistas onde será avaliado, de forma sutil, o seu comportamento, para depois ser inserido no grupo dos membros oficiais da Anace.

Como Você lida com um associado problemático?

Eu tenho uma ótima relação com os membros associados. E sempre que surge algo que não vem de encontro aos ensinamentos que ele ou ela receberam, chamo para conversar por que acredito e sempre acreditei que o diálogo é ainda a melhor forma de se resolver conflitos. Mas se persistir no erro levará uma advertência e em seguida a expulsão.

 

A ANACE possui uma sede própria, ou você trabalha online?

Ambos. Temos sede própria no sistema de coworking. São pequenos escritórios em forma de container que nos ajudam a manter a sede com endereço fixo e ponto estratégico para a sede. A nossa sede fica no Bairro Aldeota.

 

Como você vê o futuro da ANACE, nos próximos 5 anos?

Vejo uma Anace conectada com as tecnologias e com o futuro que para nós já é o presente, usando as ferramentas disponíveis para se promover e alcançar o maior número de pessoas e adeptos do naturismo. O futuro para nós é somente uma questão de acessibilidade digital. É estar antenado e plugado com as tendências comportamentais e a partir daí criarmos através do marketing, ações que possam atingir essa grande parcela de pessoas que ainda não entenderam que não precisamos ficar escondidos e nus entre 4 paredes.

 

Como é a relação da ANACE com a FBrN? Você está satisfeito com a parceria ou ainda há muito a desejar? Seja sincero.

A Anace como Associação federada tem uma boa relação com a Entidade. Quanto a estar insatisfeito ou não, meu dever como gestor e também Conselheiro de Ética, é apresentar soluções diante de tantos problemas e desafios enfrentados e tentar ajudar da melhor forma possível dentro daquilo que é proposto.

A ANACE, conta com o apoio de algum órgão público ou privado? Qual?

Sim, hoje a Anace tem parcerias público-privadas, como o Sebrae e empresas na área de montagem de estruturas para eventos. E também microempresários que de alguma forma contribuem para o engrandecimento do nosso trabalho dentro dos eventos oficiais da Anace. Isso foi algo que busquei desse o início da minha gestão na Anace. Foi um trabalho de formiguinha e de muitos "nãos"! As pessoas não estão acostumadas a ouvir falar sobre naturismo e ainda por cima investir valores. Principalmente, empresários que visam somente o lucro. Mas, de qualquer forma, é mais do que válido buscar ajuda de forma profissional e claro, ter um poder de convencimento, ousadia e um projeto muito bem elaborado mostrando sempre qual é a contra partida e o que podemos oferecer a esse parceiro ou patrocinador, ou seja o que ele vai ganhar com tudo isso. Temos um CNPJ e gerimos a Anace como uma empresa. Ele não deve ficar engavetado.

Como você avalia o naturismo no Brasil?

O naturismo no Brasil pede socorro. E esse grito é muito sutil. Mas para os verdadeiros naturistas e amantes da filosofia é algo ensurdecedor. Precisamos urgentemente unir forças e buscar soluções assertivas e certeiras porque não podemos mais errar e assim evitar os retrocessos que estão bem estampados em nossa cara. Precisamos escancarar aos quatro cantos que nós existimos, 

que nós trabalhamos nos bastidores, mas que queremos estar no palco sendo protagonistas dessa história.

 

Você acredita que o ostracismo do naturismo no Brasil está ligado diretamente à falta de uma remuneração aos dirigentes compatível ao cargo que ocupam?

As leis que regem as entidades sem fins lucrativos não permitem remuneração aos seus dirigentes. Mas, se eu tenho ciência disso e mesmo assim estou à frente de uma entidade que exige de mim trabalho e comprometimento com a causa, o que precisamos fazer é envolver a sociedade, os Naturistas, os simpatizantes e vender nosso peixe. Existem muitas pessoas que querem ser voluntárias e preencher seu tempo com algo que lhes dê prazer e se sintam parte do crescimento de algo. Mas se eu não for atrás dessas pessoas, elas não virão bater na nossa porta. O que precisamos é apenas unir forças, ideias e adaptá-las à nossa realidade. E depois ir a campo fazer o dever de casa. A equipe que está me ajudando na elaboração do projeto da praia naturista é composta somente de voluntários. Pessoas que acreditam no meu trabalho e na transparência com que eu delego as demandas que não são poucas. O segredo é a empatia e o acolhimento de todos e todas. As pessoas buscam um sentido para a sua vida. A gente apenas dá um empurrãozinho com boas narrativas, projetos convincentes e muito amor e verdade no seu olhar, porque é isso que move toda uma cadeia institucional e administrativa de um trabalho.

Você acha que alguns presidentes de Associações fazem corpo mole quanto a isto e não levam o naturismo com mais compromisso e responsabilidade?

Os dirigentes precisam ser motivados e capacitados para o chamado novo normal. A pandemia nos ensinou que devemos buscar novas alternativas de gestão, por exemplo. Uma equipe não progride e nem prospera se o seu dirigente estiver desmotivado e na sua zona de conforto. É como o nosso coração que precisa ser bombeado a todo instante para bater e nos manter vivos. O Naturismo precisa de sangue novo e de pessoas que não têm medo de se desafiar e bater de frente com os que insistem em se manter no passado. O mundo não é estático, ele é dinâmico. Ou a gente se atualiza e entra de vez na era digital, pois uma grande parte do planeta está na web, ou iremos morrer sem legados significativos para o nosso século.

 

Você se sente realizado fazendo o quê faz?

É uma realização muito pessoal e intransferível. É um bem maior, uma sede de realização muito maior do que eu, e muito menos alguém, possa imaginar. E o trabalho de conduzir uma Associação nunca foi fácil e nem será. Mas quando estou junto de meus amigos naturistas que compõem o corpo de membros da Anace, é uma satisfação, amizade e muito comprometimento com a causa.

 

Você tem pretensão de se candidatar novamente à presidência da ANACE?

Se Deus me permitir quero continuar por mais tempo e concluir todo o meu projeto, plano de trabalho e planejamento estratégico criado por mim, por técnicos do Sebrae e amigos da Tecnologia da Informação. E isso também inclui a tão esperada praia naturista do Ceará.

evandro06.jpg

O Ceará é tido nacionalmente como o berço do humor brasileiro. Você tem uma peculiaridade ou algum fato engraçado acontecido com você ou com outros naturistas que pode contar? (Não precisa citar nomes).

Na verdade, não é bem um humor, mas sim, peculiaridades e vivências que chegam a ser engraçadas, por exemplo: Como eu já falei sempre fui naturista de praias naturistas e desertas. E quando eu fui pela primeira vez a um evento fechado, travei total e não conseguia tirar a toalha de jeito nenhum. Coisas de principiantes. Kkkk

 

O que você gostaria de dizer e que eu não te perguntei?

Que o fomento para novos membros não só da Anace, como também das outras associações, se dá primeiramente, em ouvir as pessoas, falar com elas com muito amor e acolhimento e descobrir qual é a dor delas. Nesse primeiro passo você já

conquista a confiança para que num futuro muito próximo ela possa estar conosco.

Qual é a mensagem que você deixa para os naturistas e os não naturistas que estão lendo essa entrevista?

Que se orgulhem de serem naturistas e de terem a oportunidade de ficarem nus sem culpa e sem medo. O naturismo é algo transformador. Mas você só descobrirá quando se permitir a não dar credibilidade ao preconceito das pessoas e buscar a informação de forma correta e transparente e os benefícios que a prática nos proporciona.

 

Qual é a melhor forma de entrar em contato com a ANACE?

Através do nosso Instragram: @anace.naturismo ou nosso contato: (85) 9.9668-0228 ou ainda nosso e-mail: contatoanace3@gmail.com

Muitíssimo obrigado, Evandro, principalmente, pela sua cordialidade e paciência. Quem me dera se todos os presidentes de Associações Naturistas do Brasil, fossem como você! Um homem abnegado aos próprios interesses e um ser humano sempre em busca do bem do próximo. Siga em frente, meu irmão, o naturismo brasileiro só irá progredir, com pessoas que têm a mentalidade como a sua.

 

SALVE O NATURISMO BRASILEIRO! 🇧🇷
 


Nelmo José
Divinópolis/MG

(enviado em 1/06/2024)

ecologo1.gif
Capa_Livro_Lupa_Alfarrabista_ebook.gif
blog-anuncio.gif
bottom of page